Notícias Adventistas

Congresso online mobiliza membros ao pastoreio no centro do Paraná

O Congresso de Anciãos e Professores da Escola Sabatina mobilizou mais de 1600 membros no último sábado

Por Letícia Alves 31 de maio de 2021

Para o evento 1635 pessoas se inscreveram antecipadamente

A Associação Central Paranaense da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) realizou no último sábado (29) o Congresso Online de Anciãos e Professores da Escola Sabatina. Com o tema “Meus Cordeiros e Minhas Ovelhas” o programa foi inteiramente voltado ao pastoreio, desde o cenário até testemunhos e pregações.

O programa deveria acontecer de forma presencial, mas devido a situação atual que todo o estado se encontra, se mostrou mais seguro realizar virtualmente. Para o evento 1635 membros atuantes dessa área se inscreveram antecipadamente. “O pastoreio está na essência da Escola Sabatina. Como estamos num contexto tão difícil da pandemia, as ovelhas estão dispersas, então este é o momento do pastoreio ser efetivado. Cada professor é um pastor, ele tem um aprisco para cuidar”, comenta o Pr. Júlio Padilha, líder de Ministério Pessoal, Escola Sabatina e ASA para o centro do Paraná.

Escola Sabatina e missão

Mais que reunir os fiéis em classes, o ministério é um importante ramo do trabalho missionário, proporcionando o conhecimento da palavra de Deus, e despertando nos membros o amor e o desejo de estudá-la. “Durante toda a história do movimento adventista a escola sabatina tem ocupado um papel importante na formação dos membros, no discipulado e no envolvimento com a missão e não tenho dúvidas que no final dos tempos desse mundo ela vai ocupar um papel de destaque no cumprimento da missão”, explica o Pr. Paulo Machado, presidente da Associação Central Paranaense.

Para a União Sul-Brasileira da IASD esse ministério tem grande relevância e deve ser trabalhado. “Na união Sul cada pastor cuida em media 516 membros, enquanto cada ancião ou professor tem 15 membros para ligar, visitar, orar, ajudar de forma pessoal e eficaz para que possamos salvar todas as nossas ovelhas, conta o Pr. Fabio Côrrea, líder de Ministério Pessoal, Escola Sabatina.

Todas os membros são convocados a estarem matriculados em uma classe de Escola Sabatina. Respondendo chamada e sendo incentivado a estudar seu guia de estudos semanal. “É onde é possível um pastoreio com melhor qualidade, porque todos os membros, de todas as idades, estão divididos em pequenos grupos e o professor da Escola Sabatina é o pastor dessa unidade”, ressalta o Pr. Marlinton Lopes.

Ao final do programa cada líder de departamento presente na live recebeu uma ovelha de pelúcia e um cajado simbolizando o pastoreio que deve ser feito na prática e cada participante inscrito também recebeu do pastor de seu distrito a mesma lembrança.

Cada líder de departamento recebeu uma ovelha e um cajado assim como cada participante inscrito

Movimento na prática

No programa o assunto pastoreio esteve presente em todo o tempo , também mostrado na prática através de testemunhos. Nos vídeos foi mostrado como inúmeros professores da Escola Sabatina, responsáveis por diferentes faixas etárias, têm se dedicado a pastorear sua classe mesmo em pandemia.

Mesmo num contexto cheio de protocolos e recomendações de distanciamento social a igreja tem se reinventado. Inclusive as classes que estavam acostumadas a se reunir a cada sábado continuam ativas mesmo que através de ligações, plataformas de videoconferências ou rede sociais. O importante é pastorear. “Eu acredito que quando você quer realmente fazer alguma coisa, não tem desculpa. Você pede direcionamento de Deus, Ele mostra o melhor caminho e você vai estar aonde Ele quer que você esteja, fazendo o que Ele quer que você faça”, afirmou em testemunho, Júlio Pavlac, professor da Escola Sabatina Jovem em Irati.

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox