Notícias Adventistas

Líder mundial reflete sobre desenvolvimento econômico e espiritualidade em evento na Bahia

Por Heron Santana 9 de maio de 2019

Pastor Marcos Bomfim (esquerda), líder mundial de Mordomia Cristã da Igreja Adventista do Sétimo Dia, é o orador do Projeto Crescendo em Graça, em Salvador, BA. (Foto: Naassom Azevedo)

Desenvolvimento econômico destituído de crescimento espiritual pode ser uma maldição. Esta é uma sentença razoável para resumir a mensagem de abertura do pastor Marcos Bomfim, líder mundial de Mordomia Cristã da Igreja Adventista do Sétimo Dia, que está participando do Projeto Crescendo em Graça – Adoração é Missão, iniciado ontem, 8 de maio, em Salvador, BA, com transmissão ao vivo pela internet.

A iniciativa responde ao desafio de capacitar espiritualmente líderes e pastores para priorizar a adoração e o reconhecimento da soberania divina em cada aspecto da vida. Duas sedes administrativas da Igreja Adventista – União Leste Brasileira (Bahia e Sergipe) e União Nordeste Brasileira (seis estados da região), se uniram para realizar este projeto, já em seu terceiro ano. O evento começou pela manhã, com participação dos pastores, em um movimento que acontecerá todos os dias até sábado, 11 de maio, e pode ser acompanhado ao vivo, neste link, a partir das 19h15 – exceto sábado, quando será transmitido às 10h55 e 14h45.

Refletindo sobre o chamado de Deus a Abraão, de acordo com o relato a partir do capítulo 12 do livro bíblico de Gênesis, o pastor Marcos Bomfim pontuou as consequências da escolha divina sobre a vida humana. Na história bíblica, Abraão é um patriarca que possuía riquezas e estava estabelecido em uma propriedade quando recebeu o chamado de Deus para sair de sua terra e recomeçar a vida em um lugar posteriormente determinado.

Líder encerrou com apelo para consagração da vida a Deus, atraindo muitas pessoas. (Foto: Naassom Azevedo)

“Tem gente que prega um cristianismo fácil; um Evangelho sem sacrifício; mas não existe adoração sem sacrifício”, declarou Bomfim. Ele ressaltou que “todo chamado de Deus inclui benção; mas Deus abençoa você para você abençoar outros”, descrevendo, desse modo, a necessidade de pautar a vida cristã pela solidariedade e cuidado das necessidades das pessoas, sem ceder aos apelos do consumismo e do materialismo tão comuns à vida na atualidade.

Com formação contemplando mestrado em Teologia e especialização em Terapia Familiar, o pastor Bomfim alertou sobre a o impacto do crescimento econômico motivado apenas pelo desejo de status e poder financeiro. Para o líder, não há problema com a riqueza; o problema existe quando há o mau uso da riqueza, com uma aplicação distinta de uma vida espiritualmente forte. Ele fez observações sobre o contexto em que o desenvolvimento econômico pode ser considerado uma maldição. “Aumento de renda pode ser uma benção. Mas também pode ser uma maldição: quando acontece injustamente, quando vem por desobediência à lei de Deus, quando faz mal para a saúde, quando afasta você de sua família, quando o impede de dizimar”, afirmou.

Ao final do evento, o pastor Marcos Bomfim fez um apelo para uma vida guiada pela vontade de Deus, que foi atendido por muitas pessoas, encerrando com uma oração de consagração espiritual.

Veja fotos da primeira noite do Projeto Crescendo em Graça:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox