Notícias Adventistas

II Campori Inter-regional de desbravadores no RJ reúne mais de 600 jovens

Os desbravadores distribuíram cerca de 2.500 livros em Mangaratiba, além de doar 1 tonelada e meia de alimentos e cobertores.

20 de agosto de 2014
Campori RJ

Mais de 700 desbravadores estiveram no Campori Inter-regional em Mangaratiba. (Fotos: Alan Justino)

Rio de Janeiro, RJ [ASN] O II Campori Inter-regional de desbravadores foi realizado no último final de semana, entre os dias 15 a 17 de agosto, no Parque de Exposições de Mangaratiba, e reuniu mais de 600 desbravadores. O Instituto José Miguel Olympio Simões recebeu a doação de 1 tonelada e meia de alimentos e 80 cobertores.

O tema deste Campori foi ‘Geração de Heróis’ e o orador foi o pastor Patric Rosa, que cuida do distrito de Sase, em Itaguaí, município do Rio de Janeiro. A música ficou a cargo do cantor Felipe Carvalho.

Roberto Carlos de Assis Monsores é secretário de turismo de Mangaratiba e elogiou o evento. “Ter este tipo de programa em Mangaratiba agrega valores ao município pois faz toda diferença ter os jovens interagindo de uma forma sadia”, ressalta Monsores.

Durante o sábado à tarde, os desbravadores fizeram a distribuição pela cidade de Mangaratiba de 2.500 livros A Única Esperança em menos de uma hora. Das quatro regiões que participaram estavam presentes:

1ª Região: Santa Cruz, Inhoaiba, Paciência e Jardim Paulista
2ª Região: Campo Grande, Bangu, Belclima, Santíssimo e Pedra de Guaratiba
3ª Região: Itaguaí, Sase e Seropédica
12ª Região: Barra Mansa, Resende, Barra do Piraí, Paty do Alferes e Volta Redonda.

A representante do Instituto José Miguel Olympio Simões, Joelma Maria Cabral, esteve no evento para receber as doações feitas pelos 27 Clubes de Desbravadores que participaram com 1 tonelada e meia de alimentos e 80 cobertores. “Precisamos de parceiros para manter as famílias que atendemos no Instituto e é bom poder contar também com os desbravadores, que além da colaboração faz um trabalho de resgate aos jovens, nosso muito obrigada!”, relata Joelma.

Henry Cardoso é diretor do Clube de Desbravadores Águia Dourada, em Seropédica. Foi o primeiro Campori que Henry participou como diretor. “O papel do desbravador é aprender a lidar, através das especialidades, nas situações adversas na natureza como: montar acampamento, preparar alimento, identificar plantas comestíveis, encontrar água potável, entre outras. E todo este conhecimento nos prepara para o tempo do fim, descrito na Bíblia”, finaliza Cardoso. Millena Rodrigues (11), do mesmo clube falou que “para o Campori ficar realmente bom teria que ser o mês inteiro e não apenas três dias”, confessa.

Leia também: Confirmado Campori de Desbravadores Sul-Americano para 2019

Campori RJ

Patric Rosa foi o orador neste evento.

O orador do Campori Patric Rosa fez menção durante toda as mensagens a heróis bíblicos e no último dia salientou que “o desbravador é o herói da atualidade, ele é quem pode fazer o bem e fazer a diferença onde está, seja em casa, na rua, na escola ou na igreja. Ser desbravador é ter a missão de ir aonde Deus mandar, isso é ser herói de verdade”, acentua Rosa. [Equipe ASN, Fabiana Lopes]

Todas as fotos do evento no face da ARS: Associação Rio Sul

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox