Notícias Adventistas

Igreja relacional é destaque em treinamento de líderes para 2017

O conceito de uma igreja amiga desenvolvendo o trabalho evangelístico focado na atenção ao próximo e tendo a amizade como base tem sido amplamente fortalecido no campo.

13 de dezembro de 2016

Campo Grande, MS … [ASN] No segundo semestre de 2016 a dona de casa Daniely Linhares começou a sonhar com um projeto que atendesse a comunidade onde sua igreja está inserida, ao mesmo tempo em que essa comunidade pudesse entender o que é ser igreja.

Atendimento gratuito com nutricionista voluntária no projeto Oficina do Coração - uma iniciativa da IASD Guanandi para a comunidade onde a igreja está localizada.

Atendimento gratuito com nutricionista voluntária no projeto Oficina do Coração – uma iniciativa da IASD Guanandi para a comunidade onde a igreja está localizada.

 

Dessa maneira nasceu a ‘Oficina do Coração’, uma iniciativa da igreja adventista do bairro Guanandi, região Sul de Campo Grande, que tem como objetivo principal o serviço voluntário de profissionais e membros da igreja à disposição da comunidade. “O projeto foi criado pensando no bem coletivo onde os membros se dispõem como voluntários para ensinar algo relevante à comunidade local. Desde o segundo semestre de 2016 tivemos oficinas de artesanato, violão, oficinas para crianças, oficina de saúde e também, claro, o estudo bíblico. E acompanharemos as famílias do projeto durante todo o próximo ano, com auxílio e prestação de serviços básicos”, explica Linhares.

Daniely é líder da Ação Solidária Adventista (ASA) em sua igreja e foi uma das participantes do Encontro Regional de Oficiais de Igreja (EROI) que aconteceu entre os dias 3 e 11 de dezembro em todo o Mato Grosso do Sul.

O conceito de uma igreja amiga desenvolvendo o trabalho evangelístico focado na atenção ao próximo e tendo a amizade como base para o trabalho missionário tem sido amplamente fortalecido no campo e exemplos como o da igreja do Guanandi, solidificam o que vem sendo ensinado à comunidade adventista no Mato Grosso do Sul, de que muito além das programações, da liturgia, as pessoas são a prioridade da igreja e é através desse vínculo de amor altruísta que a sociedade entenderá o amor de Cristo. “O objetivo do programa que percorre todas as regiões do estado é gerar inspiração e treinamento técnico para os líderes a igreja no campo. O principal foco foi fortalecer a visão de um discipulado relacional, onde buscamos a amizade com Deus e, consequentemente, nos tornamos amigos dos membros da nossa comunidade”, explica o líder da igreja para o estado, pastor Fernando Rios.

img_7467

Mais de 2 mil líderes de todo o Mato Grosso do Sul receberam o treinamento, que tem como foco o trabalho da igreja em 2017.

Ainda de acordo com Rios, um ponto importante enfatizado nos treinamentos foi a nova geração da igreja – área que tem recebido atenção especial dos membros. “Através da visão que temos ressaltado, nossa ênfase é envolver e fortalecer a nova geração. E o que pude observar durante esses dois finais de semana de envolvimento com a liderança da nossa igreja nas mais diversas regiões do campo, foram líderes comprometidos com essa visão”, observa.

Liderança ativa

Morador de Vista Alegre, distrito do pequeno município de Corguinho (região Norte do Estado), o policial militar Edson Paes é diretor de um grupo adventista na região e também lidera o Clube de Desbravadores no local. Ele participou do treinamento em Campo Grande no último final de semana e acredita que o foco do programa o ajudará com o trabalho no decorrer de 2017. “Eu vejo que o treinamento no final do ano foi uma excelente visão que a igreja teve, pois esse período serve como um preparo para o ano seguinte, e sair do programa já com os materiais em mãos, além de receber o treinamento técnico, nos motiva para o trabalho com a igreja e faz toda a diferença no dia a dia de um líder”, comenta.

Líderes administrativos e pastores das igrejas do campo durante momento de oração pelo trabalho da igreja em 2017.

Líderes administrativos e pastores das igrejas do campo durante momento de oração pelo trabalho da igreja em 2017.

A agente de merenda Silvia Cabaña é líder dos Ministérios da Criança e do Adolescente da igreja adventista do bairro São Francisco, em Campo Grande, e como responsável por dois departamentos o mais importante para ela, é a reciclagem que o treinamento proporciona à liderança. “Tudo o que foi abordado no programa é muito relevante e importante para nós, líderes. Principalmente para a gente se reciclar e entender qual o foco da igreja para o próximo ano. O fato de a igreja trabalhar com calendário e pontuar a visão é muito válido, pois já fazemos o planejamento do ano seguinte em cima do que foi ensinado aqui e isso ajuda a conduzir todo o trabalho que a igreja desenvolve, possibilitando o crescimento saudável do nosso grupo ao envolver também a comunidade local”, acredita.

Veja aqui galeria de fotos

O EROI percorreu todas as regiões do Mato Grosso do Sul, através das cidades de Miranda (Norte), Dourados (Sul), Três Lagoas (Leste) e Campo Grande (Central), treinando mais de dois mil líderes da igreja no campo. [Equipe ASN, Rebeca Silvestrin].

Fotos: Marcelo Silvestrin

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox