Notícias Adventistas

Igreja apresenta novas estratégias para instruir crianças e adolescentes

O instrução religiosa nos primeiros anos da crianças é fundamental. A Igreja Adventista trabalha em todas as fases das crianças para levá-la ao Reino de Céu.

27 de fevereiro de 2015
É no encontro regional que os professores retiram também todo o material de apoio.

É no encontro regional que os professores retiram também todo o material de apoio e  dividem experiências.

Hortolândia, SP…[ASN] A cada ano os coordenadores e professores dos Ministérios da Criança e do Adolescente recebem treinamento e capacitação. A intenção e de investir no crescimento espiritual das crianças e na formação de um caráter semelhante ao de Jesus.

No último domingo, dia 22, aconteceu o encontro promovido pelo Associação Paulista Sudoeste – sede administrativa da igreja adventista do sétimo dia na região sudoeste SP. O congresso, com o tema Permaneça em Mim, contou com a presença de mais de 600 pessoas, além de palestrantes, escritores e pedagogas.

Projetos especiais foram apresentados para serem trabalhados na ocasião da Semana Santa e Escola Cristã de Férias. O projeto “Eu Conheço Minha História” ressalta a igreja como um movimento profético e destaca os pioneiros que iniciaram o movimento da Igreja Adventista no Brasil.

MCA1

A terapeuta Dilene Ebinger fez uma homenagem à sua mãe de 88 anos, fruto do trabalho do Ministério da criança

Já o projeto “Resgate de uma Geração” é um culto com as crianças na quarta-feira que apresenta as doutrinas da igreja pelo estudo da Bíblia e das obras da escritora Ellen White. “A ideia é instruir as crianças com as verdades da Palavra de Deus e prepará-las para serem testemunhas de Jesus”, disse Neila de Oliveira, idealizadora do projeto.

Na parte da tarde aconteceram as oficinas e a Feira de Saúde que destacou os oito remédios da natureza. Ter uma estilo de vida saudável é um exemplo que cada educador deve passar para os seus alunos. É nas oficinas que os educadores colocaram em prática as suas habilidades manuais. As ilustrações são uma forma atrativa de passar os ensinamentos para as crianças.

A arte de conta histórias foi a oficina com o maior número de participantes

A arte de conta histórias foi a oficina com o maior número de participantes nos dois horários

Lina Beda – Igreja Central de Porto Feliz – disse que não perde a oportunidade de adquirir novos conhecimentos nas oficinas. “As vezes o que temos na nossa cidade ou mesmo na nossa igreja é pouco. No encontro deste você aprende mais. Até mesmo a professora aprende mais e assim ficamos mais próximos das crianças”, ressalta Beda.

O motivo da Elaine Gnutzmans da Igreja Morumbi de Piracicaba estar nos treinamentos é porque ela sabe que a diferença de uma classe atrativa para as crianças. “A gente sempre tem que estar se atualizando porque as crianças são muito exigentes por causa da mídia e da televisão. São tantas coisas que elas têm de novidades e, se a gente fica para trás a classe morre.”

No encerramento o que ficou registrado é a intenção dos Ministérios de levar cada vez mais crianças, jovens e adultos para viverem com Jesus na Nova Jerusalém. “O que queremos é que esse grupo esteja conectados com Cristo por meio da missão, do relacionamento e missão de salvar pessoas”, concluiu a coordenadora dos ministérios na região sudoeste paulista, Marta Grüdtner. [Equipe ASN, Eber Pola]

​Veja as fotos do evento

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox