Notícias Adventistas

História bíblica de Elias é tema de celebração anual para os Aventureiros

Aventuri reuniu cerca de 2500 participantes na cidade de Sumaré, em São Paulo

23 de agosto de 2018

Stephanie Passos

Encontro é o primeiro realizado com a união entre as Associações Paulista Sul e Paulista Oeste (Crédito: Rodrigo Silveira)

Com o tema “Diante do Altar”, o vigésimo Aventuri da Associação Paulista Sul (APS) e décimo terceiro da Associação Paulista Oeste (APO), reuniu cerca de 2.500 participantes na cidade de Sumaré, no oeste paulista. Realizado entre os dias 17 e 19 de agosto, o programa contou com giro de atividades, musical e museu.

O encontro, que é a celebração anual dos Aventureiros, teve como personagem principal o profeta bíblico Elias, tema estudado ao longo do ano nas reuniões semanais dos mais de 200 clubes.

“Nosso propósito é aproximar cada vez mais as crianças do altar do Senhor, que é justamente o tema desta programação, além de proporcionar novas amizades. Para nós é um privilégio sonhar com essas crianças aqui, é tudo de bom”, comemora Willy Charle, associado do Ministério Jovem da Associação Paulista Oeste.

Leia também 

Pais e filhos participam de acampamento para quase 1500 pessoas 

 

Musical

Com roteiro de Renata Araújo e composições musicais de Wilson J. Andrade Junior, o musical narrou a história bíblica de Elias. Dividido em quatro partes, a trama contou com a participação dos cantores Pizerre Borges (no papel do profeta Elias) e de Joyce Carnassale (nos papéis de Jezabel e Viúva de Sarepta).

“Adaptamos o texto para a linguagem das crianças, propondo algo mais lúdico. Utilizamos personagens mais caricatos para atingir o público infantil e passar, acima de tudo, a essência desta história, que no caso de Elias é a obediência”, afirma Renata Araújo, roteirista e produtora da peça.

Em tempo recorde, além dos cantores, os intérpretes que participaram do espetáculo ensaiaram todo o texto e alinharam os detalhes em apenas um dia. “Por se tratar de voluntários, nós não temos como ensaiar as peças com antecedência, por isso, chegando no evento passamos o dia ajustando tudo. Aqui nós construímos cada cena, o local dos personagens, como falar, a expressão do rosto. Cada detalhe faz muita diferença na atenção das crianças durante a apresentação”, explica a roteirista.

Museu dos Aventureiros

Para celebrar a vigésima edição do evento realizado pela APS, um “Museu do Aventuri” foi adaptado no local. Com maquetes produzidas pelos clubes, que relembram cada edição do programa realizado desde 1994, a mostra também apresentou troféus, trunfos, personagens e retratos dos líderes que já passaram pelo ministério.

“Para produzir as maquetes, os clubes tiveram que estudar e relembrar cada história bíblica trabalhada ao longo dessas vinte edições. Com isso, nós percebemos que aguçou a curiosidade das crianças para saber mais sobre as histórias dos personagens bíblicos”, comenta Débora Assis, regional de Aventureiros da região sul da capital.

 

“Fazer esse trabalho foi muito divertido. Nós conseguimos brincar muito enquanto produzíamos as maquetes, além de aprender mais sobre a Bíblia”, relembra Nathaly Souza, participante do evento.

As programações dos três dias também foram transmitidas por meio das páginas das Associações no Facebook. Além dos participantes do evento, as publicações alcançaram mais de 40 mil pessoas. 

Confira o álbum de fotos completo

Confira fotos do XX Aventuri Paulista Sul + XIII Aventuri da Associação Paulista Oeste. O programa reúne 2500 aventureiros no Estância Árvore da Vida, em Sumaré/SP. #DiantedoAltar #MDA #Aventureiros #APO #APS

Posted by Associação Paulista Sul da IASD on Saturday, August 18, 2018

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox