Notícias Adventistas

Eventos

Guarda-chuva, orelhão e oração com a comunidade marcam os 10 dias de oração

De 10 a 19 de fevereiro, as igrejas, colégios e escolas estiveram envolvidas no grande movimento mundial de oração.


  • Compartilhar:

De 10 a 19 de fevereiro, as igrejas, colégios e escolas do oeste paulista estiveram envolvidas no grande movimento mundial de 10 dias de oração. Foram diversos projetos para chamar a atenção da comunidade para a importância de orar. 

Em Marília, os adolescentes foram com cartazes para as ruas orar com as pessoas. Junto, levaram um orelhão vermelho com os dizeres “Pare, ouça a voz de Deus” e dentro os transeuntes podiam ouvir uma mensagem especial. Em Ribeirão Preto, um guarda-chuva com promessas bíblicas penduradas foi usado para chamar a atenção das pessoas para este momento de oração.

Igrejas

Salas ou tendas foram preparadas com espaço para os membros também colocarem os seus pedidos de oração. Durante os 10 dias foram realizados grupos de oração, cultos on-line e presenciais. 

Ver mais fotos sobre os 10 dias de oração no oeste paulista

Os colportores, missionários que atuam através a venda de literatura, participaram de um grupo de oração pelo Zoom. Igrejas se reuniram pelo Zoom durante os dias, presencialmente ou transmissões pelas redes sociais, como em Araraquara. Em São Carlos foi realizado um culto de por do sol especial. Em Ituverava os membros participavam das 6 às 6h30 de momentos de oração que eram encerrados com um desjejum. 

Igrejas como Marília, Osvaldo Cruz, Olímpia e Pracinha finalizaram o projeto com uma Santa Ceia. Em Presidente Epitácio no encerramento foi preparada uma ceia de frutas. Em Araraquara foi realizada uma vigília de 10 horas, encerrando com batismos, santa ceia e uma ceia de frutas. Em São José do Rio Preto, no encerramento as mulheres que organizaram os 10 dias de oração participaram de uma cerimônia de investidura no Projeto Mulheres em Missão. 

Educação

As escolas e colégios prepararam murais, urnas, tendas e projetos para envolver os alunos na grande corrente mundial de oração. Algumas escolas promoveram amigo secreto, vídeos para redes sociais preparados pelos alunos e até kit para orar com os pais em casa. 

Em Votuporanga, os alunos foram orar com os Garis da cidade. Em São Carlos, os alunos oraram com os pais na chegada na unidade educacional, com as autoridades da cidade e com os vizinhos.

Em Ribeirão Preto, os alunos oraram com os pais no portão de entrada do Colégio, já em Votuporanga eles intercederam com as pessoas que passavam na rua e com a oportunidade de também depositarem os pedidos de oração.