Notícias Adventistas

“Game Over” reúne mais de 3 mil desbravadores em campori

Região norte e centro-oeste do Amazonas realizou a 21° edição do evento.

Por Priscila Baracho Sigolin 19 de novembro de 2019

21° edição do campori na região norte e centro-oeste do Amazonas. (Imagens: Dhyeizo Lemos)

De 13 a 17 de novembro aconteceu a vigésima edição do campori no Instituto Adventista Agro-Industrial. Com o tema Game Over, o acampamento reuniu juvenis e adolescentes que fazem parte do Clube de Desbravadores da região norte e centro-oeste do Amazonas. Devido a característica da região amazônica, os clubes que vieram do interior do estado enfrentaram horas e até dias de barco para chegar ao local do acampamento. Mas nada disso desanimou os desbravadores.

Líderes da região na abertura do evento. (Imagens: Dhyeizo Lemos)

O clube Luzeiro da Fronteira é de Tabatinga, interior do estado. A viagem até Manaus dura cerca de três dias, o retorno demora sete. A cidade faz fronteira com a Colômbia e o Peru. Para chegar até o evento eles se prepararam durante sete meses. “Vendemos mel e também recebemos outras ajudas para a viagem”, destaca o líder do clube, Fabison Fernandes. Mesmo com o desafio da distância, 26 desbravadores participaram do campori, resultado dos esforços de cada um e da venda de mais de 500 caixinhas de mel. “Ver a alegria e o sorriso no rosto de cada desbravador é um sentimento único”, destaca o diretor.

Clube Luzeiro da Fronteira, da cidade de Tabatinga, interior do AM. (Imagem: Dhyeizo Lemos).

Para o líder da área na região, pastor Vítor Oliveira, o campori é um dos momentos mais marcantes para um desbravador. “Queremos destacar na vida de cada um deles que vale a pena ser fiel a Deus e que ele saia desse encontro com uma decisão ao lado de Jesus, levando tudo que aprendeu na prática para outros clubes e outros desbravadores.

90 desbravadores foram batizados no campori “Game Over” (Imagem: Dhyeizo Lemos).

 

O evento teve a participação de mais de 100 clubes de desbravadores. Durante os dias de programação, os juvenis e adolescentes participaram de várias atividades, sempre focando no desenvolvimento físico, mental e espiritual. Na ocasião, 90 desbravadores selaram a vida com Jesus, tomando a decisão pelo batismo. “Nesse jogo o mais importante é entregar a vida a Cristo e ser o vencedor desse jogo do bem contra o mal”, destacou o pastor Vítor Oliveira.

Maria Eduarda tem 15 anos e participou pela segunda vez de um campori. “Foi muito emocionante as pregações e os testemunhos que ouvi, colocar Deus acima de tudo é a melhor coisa”, destacou. Durante os cinco dias de evento, o pastor Tiago Rodrigues, orador oficial do evento, falou ao coração dos desbravadores, convidando os juvenis e adolescentes a tomarem uma decisão ao lado de Jesus. Gabriel de Navarro tem 14 anos e gostou muito do evento.”Foi um campori muito espiritual, foi muito bom estar ao lado dos amigos e ouvir essas mensagens”, finalizou.

O evento teve a participação de mais de 100 clubes de desbravadores. (Imagens: Dhyeizo Lemos).

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox