Notícias Adventistas

Feriado de carnaval será marcado por retiros espirituais promovidos por igrejas adventistas

Evento é tradição no meio cristão e busca promover relacionamento mais íntimo com Deus em meio à natureza.

Por Vanessa Moraes 20 de fevereiro de 2020

No ano passado, retiro espiritual distrital da Igreja Adventista de Vilma Flor, do leste paulista, reuniu 110 pessoas na cidade de Ibiúna, São Paulo (Foto: Arquivo Pessoal).

Tem gente que já está de malas prontas para aproveitar o final de semana prolongado que vem por aí. Nesta época do ano, enquanto a folia do carnaval espalha milhares pessoas pelas ruas de todo o Brasil, há quem prefira viver momentos de paz e tranquilidade longe da agitação dos grandes centros. É o caso da professora Juliana dos Santos, que vai dar uma pausa na preparação das aulas para seus alunos do Ensino Infantil para participar do retiro espiritual que sua igreja vai promover nos próximos dias.

Leia também:

Esta é a terceira vez que Juliana vai participar desse tipo de evento. “Minha expectativa é grande porque esses retiros sempre representam um momento especial. Nosso objetivo é estar em contato com Deus e distantes da euforia da cidade grande. No cronograma da minha igreja temos uma trilha que será realizada numa pedreira. Quando chegarmos ao topo teremos um encontro com Deus por meio de um culto. Estou bem ansiosa por isso”, afirma a docente.

Tradição anual

Normalmente, os retiros espirituais são promovidos pelo Ministério Jovem das igrejas adventistas locais espalhadas pelo Brasil. O evento é uma tradição anual e recebe esse nome, retiro espiritual ou acampamento de verão, porque retrata o período em que um grupo de pessoas viaja para um local com bastante área verde, geralmente uma chácara ou sítio, para viver momentos espirituais e de recreação.

Além da professora Juliana, 45 pessoas da Igreja Adventista de Parque das Flores, zona leste paulista, viajarão entre os dias 21 e 24 de fevereiro para uma chácara na cidade de Suzano, próximo à capital. De acordo com o organizador, o motorista Paulo Pereira, o evento levou cerca de quatro meses para ser organizado. “Esperamos ter um encontro maior com Deus em meio à natureza, confraternizar entre irmãos e ter recreação”, almeja Paulo.

Retiro distrital

Algumas igrejas, como a de Juliana e Paulo, organizam o próprio retiro. Outras preferem ir em grupos maiores e promovem um evento distrital, isto é, várias igrejas próximas se unem para realizar o programa. A contadora Magali Silva é uma das organizadoras do retiro espiritual distrital da Igreja Adventista de Vilma Flor. Entre adultos e crianças, 102 pessoas viajarão entre os dias 22 e 25 de fevereiro para um sítio no município de Embú das Artes para participar do encontro. “Começamos a traçar nosso planejamento em abril de 2019. Contratamos o sítio e, logo após, realizamos orçamentos, dividimos o valor para o número de participantes, elaboramos os carnês e começamos as divulgações. A divulgação é realizada pelo departamento de comunicação da igreja. Os participantes têm a opção de realizar o pagamento parcelado, o que facilita e não fica tão pesado”, explica Magali.

Força de equipe

Para organizar melhor o evento, Magali compôs uma equipe de 15 pessoas e delegou tarefas para a organização geral, programações, cozinha, tesouraria e transporte. “A organização geral realiza a contratação do sítio juntamente com a liderança da Igreja e participa de toda a organização. Os responsáveis pelas programações devem organizar e preparar os cultos dos quatro dias de acampamento que acontecem todas as manhãs e à noite. Os responsáveis pela cozinha realizam a programam um cardápio saudável, realizam as compras e acompanham o andamento do preparo das refeições durante o evento. Também contamos com uma equipe de quatro cozinheiros voluntários que preparam os alimentos durante todo o retiro. Sou responsável pela tesouraria, recebo os valores dos participantes, realizo o controle dos pagamentos através de planilhas, reporto ao tesoureiro da igreja os valores recebidos, realizo os pagamentos de todos os gastos e, ao final, realizo a prestação de contas à tesouraria da igreja com todos os comprovantes de pagamentos e valores recebidos”, descreve a organizadora.

Magali acrescenta que a equipe responsável pelo transporte realiza a contratação dos ônibus (neste ano serão dois), organiza a acomodação de todos no dia da viagem e se responsabiliza também pelo passeio turístico que haverá na cidade. “O mais difícil disso tudo foi a organização, desde o orçamento até a composição do programa. Queremos que o evento seja inesquecível, agradável e que todos os participantes tenham um encontro verdadeiro com o nosso Criador Jesus”, diz.

Crescimento espiritual

De acordo com o pastor Fabrício Leão, líder de jovens adventistas para o leste e norte de São Paulo, capital, o retiro espiritual serve não somente para proporcionar um ambiente mais saudável para os participantes, mas para fortalecer amizades, conhecer novas pessoas e receber mensagens que ajudarão a desenvolver um relacionamento mais íntimo com Deus, além de reafirmar decisões ao lado de Cristo. Para ele, a oportunidade também serve para que os jovens levem amigos não adventistas para se familiarizarem com o ambiente cristão. “O ganho disso é o crescimento em comunidade. Um grupo que come junto, que brinca junto e faz atividades tem chance de voltar mais motivado para um ano de crescimento na fé”, enfatiza o líder.

E quem não se planejou?

Embora muitas igrejas adventistas tenham se programado para este período, outras não realizarão o evento neste ano, seja por falta de planejamento ou qualquer motivo. Para que em 2021 seja diferente, Fabrício dá algumas dicas que ajudarão as equipes do Ministério Jovem a se programarem. Veja:

  • Torne esse momento uma prioridade para a igreja.
  • Trabalhe com antecedência.
  • Defina um local com valor acessível e que comporte a quantidade de pessoas que se pretende levar.
  • Faça um movimento distrital para que outras igrejas também se envolvam.
  • Motive os jovens da igreja a participarem das ações do Ministério Jovem ao longo do ano e da Campal Jovem que ocorrerá entre os dias 20 e 22 de novembro.
  • Converse com o pastor local sobre o interesse de realizar o retiro espiritual. Ele ajudará a nortear o planejamento e dará apoio para que o evento aconteça.

Para quem vai

Entre todas as dicas do que fazer ou evitar durante esse período, o mais importante é que o seguro anual em dia. Segundo o pastor Fabrício, quem fez o seguro anual do Ministério Jovem não precisa contratar outro seguro. “É só votar e registrar o acampamento de verão que está sendo promovido pela igreja ou distrito na ata, junto à comissão da igreja”, avisa.

Veja, abaixo, outras dicas e cuidados importantes para aproveitar de maneira segura o retiro espiritual: 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox