Notícias Adventistas

Maratonista de 1,46m supera limites e preconceitos

Com mais de 300 competições no currículo, atleta também usa as ruas e pódios para testemunhar de sua fé.

13 de março de 2016
Unknown

Matheus Freitas recebe premiação pela conquista da Corpore, corrida de 25 km realizada na capital paulista em 2009.[Foto:divulgação].

Indaial, SC… [ASN]  Do alto de seus  1,46m de altura, o maratonista Matheus Freitas toma seu lugar no topo do pódio e prova a máxima popular de que “tamanho não é documento”. O atleta paulista, que já participou de mais de 300 competições nacionais e internacionais, veio à cidade catarinense para participar de uma corrida de rua promovida pelo Colégio Adventista de Indaial que aconteceu no domingo, 13 de março. O percurso de 3 km pelas ruas da cidade foi realizado para estimular os participantes a superarem seus limites e a terem mais cuidados com a saúde por meio da prática de exercícios físicos.

Freitas demonstrou uma vez mais que sua estatura não é um obstáculo para participar das competições. Já são mais de 13 anos de carreira, período em que conquistou 18 títulos e muitos admiradores.

Por seu exemplo de superação e fé, o maratonista, que é adventista do sétimo dia, chama atenção de inúmeros veículos de comunicação nacionais e internacionais por onde passa. Em 2014, o atleta foi destaque no Globo Esporte, um dos principais programas esportivos da TV brasileira, por ter como meta fazer parte do pelotão de elite da São Silvestre – a principal corrida de rua do Brasil.

Assista a reportagem do Globo Esporte (Clique aqui).

Em dezembro de 2014, na Bienal do Livro de São Paulo (SP), Matheus Freitas lançou seu primeiro livro intitulado: “Tamanho é Documento?“. Na obra, o maratonista narra sua trajetória de conquistas e também os momentos dramáticos de humilhações sofridas durante as competições. “Por eu ser pequeno muitas pessoas me chamam de anão e duvidam de minha capacidade de competir em categorias normais”, explica Freitas.

Além das dificuldades enfrentadas por causa da sua estatura, o atleta precisa vencer as enormes barreiras da crítica e do preconceito. Freitas não participa de competições aos sábados por seguir o princípio bíblico da guarda deste dia, explícito em Êxodo 20:8, que revela o sétimo dia como um dia separado por Deus para adoração e o descanso das atividades cotidianas.  “Por guardar esse dia eu já fui muito criticado por corredores e, principalmente, depois que eu me recusei a assinar um contrato para trabalhar em um programa de uma conceituada emissora de TV brasileira”, relata Freitas.

Participação em Santa Catarina

A corrida de rua do último domingo foi o primeiro evento dessa natureza promovido pelo Colégio Adventista de Indaial. “Pretendemos dar continuidade e realizar mais uma corrida neste ano durante as festividades de aniversário dos 25 anos do Colégio, que acontecem nos dias 29 e 30 de outubro”, disse Marlon Oliveira, diretor da instituição.

Mais de 100 pessoas da comunidade participaram da corrida que envolveu crianças, adolescentes, jovens e adultos.”Estamos muito felizes pelo resultado e o envolvimento dos participantes”, ressaltou Ismael Santos, capelão do Colégio e organizador do evento. [Equipe ASN, Paulo Ribeiro]

Ouça o depoimento de um participante da corrida em Indaial:

Veja algumas imagens da corrida:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox