Notícias Adventistas

Eventos

Evento motiva participantes para o cumprimento da missão

Atividades especialmente projetadas para adolescentes chama atenção durante evento realizado em Saquarema.


  • Compartilhar:
CamporiARF5
Momento emocionante de abertura, após 3 anos do último encontro presencial. (Foto: Márcio Henrique)

Três anos sem encontros presenciais para reunir toda a “galera” e foi assim, seguindo os cuidados necessários, que 1600 desbravadores se reuniram, para um grande encontro denominado Campori e que teve como tema “Destemidos”, que aconteceu em Saquarema – RJ, entre os dias 16 e 19 de junho.

O líder geral dessa área, na Associação Rio Fluminense, pastor Kênyo Marinho, ressaltou o objetivo do evento: “Trazer para os desbravadores a atmosfera de tudo que é o universo dos desbravadores, animação, empolgação, desafios, mas sobretudo, inspiração e espiritualidade” concluiu Marinho.

Ver as fotos do Campori da Associação Rio Fluminense

Campori_ARF6
Clube de Desbravadores ATA, da IASD Maria Paula. (Foto: Leonardo Leite)

Entre muitas histórias vivenciadas, destaca-se a do Clube ATA, da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Maria Paula, que estava desativado, devido a todas as circunstâncias que envolveram os últimos anos, mas no início de 2022, após o projeto comunitário Missão Calebe, que reuniu um número expressivo de adolescentes, a liderança da igreja local decidiu reativar esse programa essencial para jovens e juvenis, que é o Clube de Desbravadores.

A diretora Thalita Reis, contou as dificuldades que foram superadas para que eles pudessem estar no campori: “Após reativarmos o Clube de Desbravadores, ficamos sabendo que haveria o campori e decidimos participar. No entanto, faltavam 4 meses, para que as atividades, que eram pré-requisitos, fossem cumpridas. Faltavam recursos financeiros para itens básicos, como alimentação, transporte e uniformes para os integrantes do clube. Mas graças a Deus e a muitas doações de membros e amigos da igreja, o grupo conseguiu marcar presença neste evento”, destacou Thalita.

Atividades realizadas

Campori_ARF4
Atividades são realizadas como parte do desenvolvimento físico e senso de equipe. (Foto: Márcio Henrique)

Durante os dias que estiveram reunidos, muitas atividades foram desenvolvidas, em formato de carrossel e acumulando pontos. Atividades essas que trabalham a parte física de cada desbravador e o senso colaborativo, visto que em muitas eles precisavam estar em equipe para obterem bons resultados. Mas o principal foi o lado espiritual com mensagens inspiradoras que levaram os participantes a tomarem decisões importantes e o resultado não poderia ser diferente, mais de quinze jovens e adultos foram batizados durante o encontro.

“Nós, da Associação Rio Fluminense, estamos muito felizes, pois o último evento que realizamos com os desbravadores foi em 2019, desde então, os líderes trabalharam intensamente para manterem os seus juvenis unidos e focados. Presenciar este evento foi uma grande vitória, foi uma prova de que a pandemia não conseguiu tirar o brilho dos desbravadores em dizer “Nós somos do Senhor Jesus”, destacou o líder dos adventistas na região, pastor Geovane Souza.