Notícias Adventistas

Eventos

Escola Sabatina completa 120 anos de existência no Brasil

Hoje são cerca de 58.770 unidades de Escola Sabatina em todo o Brasil.


  • Share:
Momentos de gratidão e louvor com a presença de mais de mil pessoas no programa de celebração

Momentos de gratidão e louvor marcaram o programa de celebração da Escola Sabatina.

Indaiatuba, SP...[ASN] Foi em 1895, na cidade de Indaiatuba, no interior paulista, que a Igreja Adventista do Sétimo Dia realizou oficialmente a primeira Escola Sabatina no Brasil. A reunião, que acontece a cada sábado nos templos adventistas de todo o mundo, consiste no debate de um tema bíblico específico que foi estudado durante a semana por meio de um guia - e que faz parte de um assunto chave que é acompanhado ao longo de três meses. No dia 8 de agosto, cerca de 1.100 pessoas estiveram reunidas no município para comemorar os 120 anos da Escola Sabatina. O momento de celebração aconteceu no auditório de eventos Santa Terezinha.

Leia também:

A iniciativa foi da liderança da Igreja no Estado de São Paulo e contou com a presença de membros, professores e pastores da região sudoeste e central do Estado. Segundo o líder estadual da Escola Sabatina, pastor Edimilson da Silva Lima, a ideia foi destacar a contribuição que a atividade traz no estudo da Bíblia. “São 1.800 unidades de Escola Sabatina que acontecem no território paulista a cada sábado nos templos. Juntos na comunhão, no relacionamento e na missão, estamos aqui para fortalecer a memória dos nossos irmãos e amigos e comemorar a importância da Escola na vida dos membros”, enfatiza.

Igreja  do Jd. Santa Rita de Cássia, Hortolândia, fala do resultado de 100% dos membros no estudo da lição da Escola Sabatina

Igreja do Jardim Santa Rita de Cássia, em Hortolândia, celebra o resultado de 100% de membros engajados no estudo da lição.

A programação começou às 15hs com a participação musical do quarteto Cânticos Vocal. Histórias, depoimentos, homenagens e entrega de medalhas ressaltaram a importância da Escola na vida espiritual das pessoas. O líder sul-americano desse departamento, pastor Edison Choque, destacou algumas características da atividade. “[Ela] é o coração da Igreja porque é o centro do discipulado. As ações missionárias, convivência cristã, visitas missionárias, estudos bíblicos nos lares, formação de Pequenos Grupos e plantio de igrejas partem da Escola Sabatina”, menciona Choque.

pastor Edson Choque(centro) recebe a comenda da Escola Sabatina

Pastor  Edson Choque (centro) recebe a comenda da Escola Sabatina dos 120 anos.

Já o pastor Cleiber Ziviani, líder do Escola Sabatina na região central paulista, que marcou presença com a sua caravana, disse que a Escola de Evangelismo começa na Escola Sabatina. “Os membros motivados se envolvem na comunidade e levam o evangelho de Jesus. Eles trazem as pessoas à igreja e por meio da Escola, que fortalece os laços de amizade. É por esse caminho que surgem novos templos”, constata.

Professores e líderes da igreja adventista de Vila Helena, na cidade de Sorocaba, receberam uma homenagem especial. Segundo o pastor do distrito, Jean Abreu, todas as classes da Escola Sabatina tem o seu Pequeno Grupo. “Me sinto muito feliz por fazer parte das comemorações de 120 anoscom os membros. Nossa igreja está seguindo a ordem do Mestre de crescer cada vez mais. Nosso compromisso é com a pregação da palavra de Deus”, enfatiza Abreu.

História

Fermando(blusa azul)j, neto do pioneiro, junto com a sua família recebe homenagem especial

Fermando (blusa azul), neto do pioneiro Guilherme Stein Jr., recebe homenagem especial com sua família.

Em maio de 1893 chegou ao Brasil o vendedor de livros evangélicos Albert B. Stauffer. Ele começou a trabalhar nas colônias alemãs no interior paulista com a venda do livro O Grande Conflito no idioma alemão. Na cidade de Piracicaba, Guilherme Stein Jr. conheceu a mensagem adventista por intermédio do livro. Ele foi batizado em 1895 no Rio Piracicaba pelo pastor Frank Henry Westphal. Após o seu batismo, mudou-se para Indaiatuba. Ali, com a sua esposa, seus quatro filhos e logo após o batismo dos novos conversos na cidade, foi organizada oficialmente a primeira Escola Sabatina no Brasil.

Hoje são cerca de 58.770 unidades de Escola Sabatina em todo o Brasil. No encerramento do celebração, o neto de Guilherme Stein Júnior, Fernando de Fernandez, que mora em Indaiatuba, recebeu uma medalha comemorativa dos 120 anos da Escola Sabatina. Muito emocionado, Fernandez menciona algumas lembranças do avô. “Eu sempre ajudava o meu avô datilografando os textos das suas obras. Uma pessoa muito dedicada com à Igreja. Eu gostei muito de estar aqui e pra mim é um orgulho representar meu avô”, destaca.

O pastor Genival Novaes, líder da Escola Sabatina na região sudoeste paulista, foi o coordenador do evento. “Essa festa é para confirmar que a Escola Sabatina é a vida da Igreja. O estudo da Bíblia é vida. E nada melhor que alimentar a Igreja com a Palavra de Deus. Assim consolidamos a nossa fé e trazemos unidade à Igreja”, enfatiza. [Eber Pola, equipe ASN]