Notícias Adventistas

Encontro de Finanças premia e motiva

Celebração e motivação andam juntas nos encontro de finanças da Associação Sul do Pará.

21 de fevereiro de 2017

Tesoureiros participam de capacitação.

Marabá, PA… [ASN] No último sábado, dia 18, ocorreu o Encontro de Tesoureiros dos distritos da Igreja em Marabá. Como já é de se esperar, houve celebração pelos resultados alcançados no ano passado, mas também foi firmado compromisso para alcançar todos os objetivos em 2017.

As palestras e workshops deixavam os tesoureiros atentos e ávidos pelas novidades do departamento. Todas as dúvidas que surgiam, eram tiradas pela equipe contábil da ASPa, ali, na hora.

Maria do Socorro afirma que não trabalha pensando em premiações.

“Em todos os encontros eu aprendo muitas coisas. Sou tesoureira de igreja há cinco anos, mas esse encontro superou as minhas expectativas. Foi ótimo, eu amei participar”, afirma Gilmara Gomes da Silva, tesoureira da IASD Santa Rosa, Velha Marabá.

A Maria do Socorro é tesoureira de igreja há quatro anos e já ganhou duas vezes o prêmio de “Tesoureira Nota 10”. Ela conta que o reconhecimento é gratificante, mas o foco deve ser outro. “É a gente trabalhar com o coração. O trabalho do dia-a-dia da gente, a nossa vida secular, nos absorve muito. Mas, quando a gente faz com o coração, isso deixa de ser uma barreira. A gente faz o melhor possível. A gente faz não pensando em ganhar prêmio, mas em trabalhar para Deus, em agradar a Deus”, revela a tesoureira da IASD Nova Jerusalém, distrito de Independência.

Organização também leva à salvação

Pr. Edinaldo Martins foi o anfitrião dos tesoureiros.

Os treinamentos servem para mostrar aos tesoureiros que por meio do trabalho deles, sua organização e dos procedimentos realizados, o Evangelho de Jesus também é pregado. Desde o momento em que recebem o dinheiro das ofertas e dos dízimos nas salvas, na igreja. Cada tesoureiro é um canal de bençãos para outras pessoas. Cada um deles é um testemunho vivo de fidelidade cristã e isso ajuda salvar pessoas.

“Nós falamos de tudo, falamos de seguro, falamos como é trabalhar com sistema, trabalhar na parte de zeladoria de igrejas; todos os aspectos financeiros e os aspectos legais nós temos que trabalhar com a igreja, conscientizar a igreja com o que temos que fazer. O início do ano é justamente começar ajustando o foco e com certeza finalizar com uma grande celebração. Esse é o nosso trabalho, esse é o nosso caminho e é longe que nós queremos chegar”, conta o pastor Edinaldo Martins, diretor financeiro da Associação Sul do Pará. [Equipe ASN, Vandilson Junior / Fotos: Ítalo Carvalho]

Assista a reportagem:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox