Notícias Adventistas

Desbravadores ganham dia municipal em Imperatriz

O ato é em reconhecimento ao trabalho voluntário prestado em toda cidade.

26 de setembro de 2018

Por Simone Joe

Membros do clube Raios de Luz, o mais antigo da cidade, prestigiaram a sessão

Na manhã desta quarta-feira, 26, foi sancionada uma lei que institui o Dia Municipal dos Desbravadores em Imperatriz, no Maranhão, que será todo terceiro sábado do mês de setembro.

O autor do projeto é o vereador João Silva que, em sua fala, elogiou os Desbravadores pelo que vêm realizando mundo afora. “Eles estão de parabéns pelo trabalho voluntário que realizam, especialmente aqui em Imperatriz, através da arrecadação de alimentos, da conscientização sobre o uso de fumo e álcool, campanhas em combate ao suicídio, plantio de árvores dentre outros”, frisou o parlamentar.

Leia também:

Vale lembrar que esse grupo esteve diretamente envolvido na arrecadação de 80 toneladas de donativos, enviados às famílias das cidades afetadas pelas chuvas em abril deste ano.

O Clube de Desbravadores está presente em mais de 160 países, com 90.000 sedes e mais de 1 milhão e meio de participantes. Surgiu oficialmente nos Estados Unidos em 1950, como um programa oficial da Igreja Adventista do Sétimo Dia. No Maranhão são 20.323 mil Desbravadores, em Imperatriz, 1.312, distribuídos em aproximadamente 30 clubes. O primeiro clube fundado na cidade é o Raios de Luz, que este ano completa 40 anos. Sua sede está localizada no bairro Bacuri, numa das congregações da região.

Para o líder dos Desbravadores da região, pastor Jânio Sousa, a sansão dessa lei é uma vitória e um marco importante

Para o líder dos Desbravadores no sul do Maranhão, pastor Jânio Sousa, essa foi uma vitória e um marco importante para os Desbravadores, pois a sociedade está reconhecendo, de fato, o quanto são importantes, e isso fortalece ainda mais o trabalho que fazem pela cidade, além de ser uma excelente oportunidade de crescimento pessoal.

Quem são os Desbravadores

Os Desbravadores são meninos e meninas com idades entre 10 e 15 anos, de diferentes classes sociais, cor, religião. Reúnem-se, em geral, uma vez por semana para aprender a desenvolver talentos, habilidades, percepções e o gosto pela natureza.

Vibram com atividades ao ar livre. Gostam de acampamentos, caminhadas, escaladas, explorações nas matas e cavernas. Sabem cozinhar ao ar livre, fazendo fogo sem fósforo. Demonstramos habilidade com a disciplina através de ordem unida e têm a criatividade despertada pelas artes manuais. Combatem, também, o uso do fumo, álcool e drogas.

Trabalham em equipe procurando sempre serem úteis à comunidade. Prestam, também, socorro em calamidades e participam ativamente de campanhas comunitárias para ajudar pessoas carentes. Em tudo o que fazem procuram desenvolver amor a Deus e à Pátria e, além disso, fazem muitos amigos.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox