Notícias Adventistas

Crianças e mulheres quebram o silêncio em Montes Claros

Parcerias com órgãos como Conselho Tutelar e Defensoria Pública ajudaram a fortalecer projeto no município.

25 de agosto de 2014
Projeto foi bem recebido pela comunidade Foto: Cybele de França

Projeto foi bem recebido pela comunidade.
(Foto: Cybele de França)

Montes Claros, MG… [ASN] Várias ações referentes ao projeto Quebrando o Silêncio aconteceram neste final de semana em Montes Claros e o norte de Minas. Igrejas adventistas na cidade se mobilizaram e realizaram o evento em diferentes bairros, como Major Prates e Morrinhos. A igreja adventista do bairro Vila Greice optou por realizar a iniciativa no bairro Joaquim Costa. Neste local em especifico, parcerias foram feitas com uma faculdade particular da cidade, Conselho Tutelar, Defensoria Pública, Secretarias Municipal de Saúde e de Esportes.

Durante toda a manhã e tarde do domingo, a comunidade recebeu orientações sobre a importância de se denunciar abusos e violência contra crianças, adolescentes e as mulheres.

Leia também:

Foram atendidas 110 pessoas no teste de glicemia, 12 mulheres foram encaminhadas para o exame de mamografia, 55 pessoas receberam a dose da vacina contra a gripe, 80 moradores aferiram a pressão, 40 fizeram a tiragem de sangue, 50 receberam orientações nutricionais e 20 moradores tiveram acesso ao atendimento na área de beleza, como por exemplo, corte de cabelo.

O pastor José Alves elogiou a iniciativa da liderança da igreja adventista do bairro Vila Greice em promover o projeto Quebrando o Silêncio na região. De acordo com ele, é uma demonstração do envolvimento de todos na missão de ajudar o próximo.

Serviço à comunidade

Andreia Luna, líder do Ministério da Mulher, Crianças e Adolescentes para o norte de Minas, afirma que o projeto superou todas as expectativas na região. Ao todo, cinco mil revistas do Quebrando o Silêncio foram distribuídas para o público adulto, outras 15 mil para o público infantil e 30 mil folhetos de forma direcionada às comunidades.

Os participantes do projeto também realizaram limpeza e recolhimento de lixo e entulho ao entorno de uma quadra poliesportiva do bairro. Wander Gomes Cardoso, um dos organizadores, disse que o trabalho foi feito de forma a contribuir com o aspecto social para uma cidade que possa respeitar as crianças e mulheres. “O resultado final é que realizamos o Quebrando o Silêncio com a participação de toda a igreja, o que foi altamente positivo, pois demonstra o cristianismo não apenas na igreja, mas sobretudo, na comunidade e em suas necessidades”, afirmou Wander.

Maria José Pereira mora no bairro Joaquim Costa. Ela aproveitou a manhã de domingo para aferir a pressão na estrutura do projeto que foi montada para receber os moradores. Ela aprovou a realização do projeto no seu bairro e disse que espera mais ações como esta em sua comunidade. “Aferi minha pressão e recebi orientações nutricionais e material informativo do Quebrando o Silêncio. Parabéns à Igreja Adventista pela realização do evento”, elogiou a moradora. [Equipe ASN, Samuel Nunes]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox