Notícias Adventistas

Crianças carentes ganham presentes durante feriado prolongado

Por Rafael Brondani 14 de outubro de 2020

Com o propósito de comemorar o dia das crianças, igrejas adventistas do Planalto Central e Colégios da Rede Adventista de Educação realizaram algumas ações no último final de semana.

Em Taguatinga, uma região Administrativa do Distrito Federal, a igreja central realizou no sábado, 10, um drive-thru da criança solidária. Com o slogan “Seu amor alcança onde um abraço não pode chegar”, a ação arrecadou brinquedos novos e usados para 200 crianças carentes.
Os doadores foram recebidos em seus veículos seguindo os protocolos de segurança vigentes, e contaram com a presença da Turma do Nosso Amiguinho. Os brinquedos arrecadados foram entregues às crianças no domingo, dia 11. A iniciativa é um desdobramento de uma série de ações que desde maio vêm sendo realizadas na Comunidade do Sol Nascente. Ao todo, 560 famílias estão cadastradas e são beneficiadas pela entrega de cestas básicas, construção de casas e a realização de programas evangelísticos.

Alunos da Colégio Adventista da Asa Sul entregam brinquedos para crianças carentes. (Foto: Divulgação)

Já o Colégio Adventista da Asa Sul arrecadou entre os alunos brinquedos novos que foram doados para crianças carentes da Cidade Estrutural. A diretora da unidade, Luciana Souza, conta que a iniciativa do projeto “Faça uma Criança Feliz” surgiu em uma das ações realizadas durante a pandemia, quando conheceram o Ismael, um menino com síndrome de down, que vive em uma comunidade muito carente. “Ao todo, foram arrecadados 100 brinquedos novos, doados por alunos e pais do Colégio Adventista da Asa Sul para a comunidade. Os voluntários fizeram a entrega e também aproveitam para entregar livros com o intuito de incentivar a leitura e levar uma mensagem de amor e esperança”, afirma a diretora.
Para Luciana, ações como esta tornam o mundo melhor, pois através de pequenas atitudes os alunos podem fazer a diferença na vida de outras pessoas. “Além disso, neste momento de pandemia precisamos evidenciar algo importante que é a solidariedade e a empatia, e os nossos alunos foram desafiados a olhar para o próximo e fazê-lo feliz com pequenas atitudes”, salienta a gestora.

Laina Novaes é mãe da aluna Sofia Novaes, do 1° ano do Ensino Fundamental. Ela participou da ação e conta que a experiência foi única e emocionante. “Podemos perceber o quão Deus é generoso conosco e muitas vezes sequer sabemos reconhecer e agradecer. Ver a empolgação das crianças ao avistarem os carros e correrem, pois imaginavam que receberiam algo especial, me tocou de uma forma profunda. As lágrimas foram inevitáveis”, narra, emocionada.

Para a mãe da aluna, a ação foi importante porque além de proporcionar momentos de alegria às crianças tão sofridas e esquecidas pela sociedade, serve como “descobrimento” pelas crianças da comunidade do colégio adventista, que vivem uma realidade oposta às crianças ajudadas. “Nossa função nessa vida é servir e amparar nosso próximo que sofre, e enraizar desde cedo sentimentos de empatia e solidariedade por nossos semelhantes. Espero que tenham mais projetos como esse e desde já nos colocamos à disposição para apoiá-los”, conclui Laiana.

Uma parceria entre ADRA e Chiquinho sorvetes alegrou as crianças.

O Núcleo da agência Adventista de Recursos Assistenciais, a ADRA de Samambaia, região administrativa do DF, recebeu dos moradores do condomínio Park Sul de Brasília doações de brinquedos e guloseimas para serem entregues às crianças e adolescentes usuários do serviço prestado no Núcleo ADRA.

A coordenadora do projeto, Ana Lúcia, explana que no dia 08 de outubro, com todos os cuidados de prevenção à Covid-19, foi realizada uma festa no núcleo. “Entregamos rapidamente os presentes para que não houvesse aglomeração. Observamos a alegria e o entusiasmo das crianças ao receberem os itens. Hoje atendemos 160 crianças e adolescentes que vivem em situação de risco e vulnerabilidade social”, enuncia Ana.

Todos os matriculados no Núcleo da ADRA receberam brinquedos e doces. De acordo com a coordenadora, as doações foram tantas que a demanda da zona rural também foi atendida. “Tivemos também o sorvete do Chiquinho, que se prontificou a trazer no próprio núcleo. Também agradecemos aos moradores do condomínio Park Sul, em especial ao Danilo Ávila por ser mentor desse projeto, e ao Chiquinho Sorvetes por essa parceria que já dura alguns anos”, agradece a coordenadora.

O evento também contou com a parceria da secretária municipal de desenvolvimento social, Sandra Virginia, da coordenadora do cadastro único, Maria Cristina, e da coordenadora do CRAS, Silvânia. “Tivemos também a presença do Conselho Municipal de Assistência Social representada pela Conselheira Leila Mendonça e de nossa amiga voluntária que se prontificou a trazer o algodão doce para alegrar o dia de nossas crianças”, finaliza Ana.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox