Notícias Adventistas

Crianças aproveitam férias para aprenderem mais

22 de julho de 2015
Escola Cristã de Férias no colégio de Santo Amaro.

Escola Cristã de Férias no colégio de Santo Amaro.

São Paulo, SP… [ASN] Junho e julho são meses de férias. As escolas entram em recesso, e muitas pessoas aproveitam esse fato para pegar férias no trabalho e, aproveitar os filhos e viajar com a família. Mas, existem pais que não tem esse privilégio de combinarem os períodos de férias. E ai vem a questão, o que fazer com os filhos?

Para solucionar esse “problema”, existem diversas opções, como: acampamentos, cursos de férias ou o mais clássica, a casa dos avós. Uma outra opção também, já é bem tradicional nas igrejas.

Por isso, na última semana, o Ministério da Criança da sede regional da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região central de São Paulo (Associação Paulistana), promoveu a Escola Cristã de Férias. O objetivo não é ser apenas um passatempo para as crianças, mas sim, aproveitar esse tempo, para ensina-las histórias bem interessantes.

O tema da Escola Cristã de Férias desse ano foi “Vida Selvagem”. As histórias contadas envolvia animais selvagens, histórias sobre a África e, é claro, histórias de personagens bíblicos.

A Escola Cristã de Férias da IASD do Brooklin, precisou ser transferida de local. Esse ano, cerca de 110, 120 crianças estavam participando da programação, por dia. Foram tantas crianças, que até um grupo da Missão Calebe, estava auxiliando na programação.

A coordenadora da ECF, Alenice Batista, contou um pouco sobre esse mudança. “O espaço ficou pequeno é nós viemos para o colégio de Santo Amaro. Assim nós abrimos a oportunidade também para os alunos. São crianças da igreja do Brooklin, de Santo Amaro, além dos alunos do colégio”, disse Alenice.

Segundo a diretora do Ministério da Criança da AP, Nadma Forti, nesse período de férias as crianças estão mais propícias para o aprendizado. “A criança tem um momento de reflexão maior, ela não está com a mente totalmente comprometida com o aprendizado secular. Então elas se envolvem mais com as coisas de Deus”, disse Nadma. [Equipe ASN, Augusto Cavalcanti]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox