Notícias Adventistas

Convivência em Pequenos Grupos envolve 3 a cada 4 adventistas no Nordeste

Cerca de 10 mil líderes se reuniram para celebrar trabalho realizado nos pequenos grupos da região

Por Lucas Rocha 23 de novembro de 2019

Pequenos Grupos reúnem pessoas de todas as idades (Foto: Lucas Rocha)

Neste sábado, 23 de novembro, o principal centro de convenções de Pernambuco recebeu cerca de 10 mil líderes de Pequenos Grupos (PG). Nas oito horas de programa, foram realizadas oito cerimônias batismais, todas como consequência das reuniões semanais do PG. O público presente representa a maioria dos adventistas na região Nordeste do Brasil, já que 3 a cada 4 fieis participam dessas comunidades discipuladoras.

Além da participação dos líderes de Pequenos Grupos de seis estados do Nordeste, a Mega Assembleia recebeu líderes adventistas do Paraguai e também da sede sul-americana da denominação. Os pequenos grupos cumprem uma função estratégica na Igreja em todo o continente. De acordo com o presidente da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, pastor Erton Köhler, organizar a igreja em grupos pequenos permite que vários membros deixem de ser apenas números e sejam tratados de forma mais relacional. “Dentro de um Pequeno Grupo é possível ter comunhão com Deus e relacionamento mais próximo com as pessoas. Além disso, conseguimos levantar um exército para ir para as ruas e cumprir a missão”, destaca.

Leia também:

Pastor Erton Köhler ora com líderes adventistas da região Nordeste (Foto: Lucas Rocha)

Durante o evento, os participantes de Pequenos Grupos foram incentivados a cadastrarem-se como voluntários em algum projeto missionário – como Missão Calebe, missões curtas, Um Ano em Missão, entre outros. O engajamento ultrapassou os presentes – a programação foi transmitida pela internet – atingindo a marca de 13 mil voluntários que devem participar de algum projeto missionário no próximo ano.

Ao longo do evento, foram realizados sete batismos em consequência do trabalho em pequenos grupos (Foto: Lucas Rocha)

Inspiração bíblica

O modelo de convivência que ultrapassa as paredes dos templos tem inspiração bíblica. O livro de Atos narra que a Igreja naquela época vivia junto, oferecendo apoio mútuo para necessidades não apenas relacionadas à espiritualidade. Para o presidente da Igreja Adventista em seis estados do Nordeste, pastor Moises Moacir, o Pequeno Grupo cumpre atividades que oferecem o crescimento espiritual de todos, como o culto familiar e o estudo da lição da Escola Sabatina.

Desenvolvimento espiritual da família é uma das principais preocupações na dinâmica em pequenos grupos (Foto: Lucas Rocha)

Além disso, geralmente a fidelidade e o envolvimento com atividades evangelísticas cresce. “Essa visão faz multiplicar nossa rede de discipulado por todas as partes. O objetivo deste evento foi reforçar esse modelo, além de celebrar todo o trabalho realizado por esses líderes ao longo de todo o ano”, explica.

Pastor Moisés Moacir durante a Mega Assembleia (Foto: Lucas Rocha)

Novos líderes

Como forma de incentivar a formação de novos líderes, foi realizada a formatura da primeira turma do PG EAD, curso a distância que certificou líderes de Pequenos Grupos. Cerca de 900 pessoas concluíram os oito módulos e ganharam um certificado por concluírem o curso com sucesso. A ideia é organizar outras turmas, já que o conteúdo auxilia os líderes com ideias para conduzirem as atividades do Pequeno Grupo. O objetivo para o ano que vem é formar outros mil líderes, totalizando 11 mil. A meta é que cada um estude a Bíblia com 10 pessoas ao longo do ano, o que daria um total de 110 mil estudos bíblicos.

Líderes de Pequenos Grupos que concluíram o PG EAD mostram certificado (Foto: Lucas Rocha)

Líderes de Pequenos Grupos que concluíram o PG EAD mostram certificado (Foto: Lucas Rocha)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox