Notícias Adventistas

Eventos

Convenção de Escola Sabatina destaca pastoreio dos líderes

Foco é que professores e líderes cuidem dos membros, incentivando a comunhão, criando relacionamentos e produzindo a missão no coração das pessoas


  • Compartilhar:

Quase 500 pessoas estiveram reunidas neste sábado para a Convenção de Escola Sabatina da Igreja Adventista do Sétimo Dia do centro sul de Santa Catarina (Associação Catarinense – AC). O tema, Pastoreie, motivou os diretores a cuidarem dos alunos das classes da Escola Sabatina como se fossem verdadeiramente suas ovelhas. “A Escola Sabatina é muito mais do que o programa do sábado pela manhã. Esse ministério cuida das pessoas para elas terem um encontro com Deus”, explica o pastor João Nicolau, líder de Escola Sabatina – AC.

O evento aconteceu no CATRE (Centro Adventista de Treinamento e Recreação) em Governador Celso Ramos e teve como convidado especial o pastor Bill Quispe, líder de Escola Sabatina da Divisão Sul Americana (DSA). “O que não pode ser avaliado, não pode ser melhorado. Isso é muito importante. Vi hoje aqui grupos de líderes avaliando suas classes e achei ótimo. Essa avaliação em comunhão, relacionamento e missão mostra indicadores para termos uma realidade. E isso deve ser feito constantemente para melhorarmos ainda mais esse ministério”, diz o líder.

Durante o programa, divido entre seminários, dinâmicas e troca de ideias, uma Feira de Ministérios mostrou as várias faces da Escola Sabatina, possibilitando a geração de novas iniciativas locais. Um dos stands em destaque foi a Escola Sabatina Filial, que incentiva a criação de uma classe fora da igreja. “Nós incentivamos que a classe realize reuniões de sábado fora da igreja. Buscando uma praça ou uma comunidade e encontrando interessados em estudarem a Bíblia. Os encontros começam a céu aberto mesmo e vão gerando novos interessados. Através dessa iniciativa, já fundamos uma congregação adventista”, comenta Norelmo Rodrigues do Nascimento, de Florianópolis.

A preocupação dos organizadores também esteve no incentivo do discipulado. Professores desenvolvendo o dom de outras pessoas e assim surgindo novos líderes. “Através do pastoreio, percebemos que devemos cuidar do próximo, das pessoas. A Escola Sabatina é o coração da igreja e o pastoreio, ou discipulado, é o coração deste ministério. Precisamos cuidar das pessoas e levá-las para o reino dos céus”, comenta Guilherme Farias, de Içara.

NOTA: No próximo fim de semana você acompanha uma reportagem sobre esse evento na TV Novo Tempo