Notícias Adventistas

Congresso universitário on-line ressalta o criacionismo

Uma forma de fortalecer a fé do pré-universitário e do universitário adventista que vivencia diariamente os desafios de unir ciência e religião.

Por Eber Pola 3 de junho de 2021

O congresso on-line contou com 317 universitários inscritos.

O cristão que ingressa na universidade enfrenta um ambiente desafiador no que fiz respeito à manutenção da sua fé e vida espiritual. Infelizmente a apostasia de universitários adventistas está acima dos 50%. Por outro lado, a universidade pode ser um instrumento de preparo para o serviço a Deus. Lidar com essas questões foi o objetivo do primeiro congresso universitário on-line, promovido pelo Ministério Jovem da Paulista Sudoeste, entre os dias 28 a 30 de maio.

Na abertura do evento, com o tema “No Princípio Criou Deus”, o pastor Ronaldo Arco, líder dos universitários adventistas no estado paulista, ressaltou a importância de estarmos fundamentados na Palavra de Deus. “É impossível tem uma fé lógica se você não tiver como base a criação e todas as outras doutrinas da Bíblia. Sem essa base não tem com encarar a guerra, o grande conflito lá na universidade”, afirmou.

Prof. Washington comanda uma Mesa Redonda virtual com o tema: “Jesus na universidade secular, como seria?”

Durante o congresso aconteceram momentos de oração, plenárias, workshops, desafio social, apresentações musicais e o devocional do pastor Felippe Amorim, apresentador do Programa Fé para Hoje, da TV Novo Tempo. Já o pastor Aurelino Ferreira, líder da Igreja Adventista na região sudoeste Paulista, deixou seu recado para os universitários. “Vocês têm uma nobre missão de serem testemunhas de Jesus Cristo. Um campo missionário para falar do amor de Jesus”, diz.

Base na Palavra de Deus

O estudante de medicina Gabriel Faria Correia é membro da Igreja da Vila dos Lavradores, em Botucatu. Ele comenta que gostou muito das palestras e da temática, pois quando se estuda de forma profunda fé e ciência é algo interligado. “Ao estudar a Bíblia fica muito claro o propósito da nossa vida. Isso fortalece a nossa fé e uma nova forma de intimidade com Deus”, destaca.

Plenária com o Pr. Michelson Borges: Como troquei o evolucionismo pelo modelo criacionista.

No total foram oito workshops com temas relacionados com a filosofia, a ciência, a Bíblia, a criação, identidade cristã, Liberdade Religiosa e outras questões de interesse dos universitários. Liggia Cruz é membro da Igreja Central de Sorocaba. Ela é estudante de Engenharia Mecatrônica e participou do workshop “Identidade nas Universidades Seculares”, da dra. Mayara Lustosa.

“Eu pensava que o tema era relacionado em como criar Pequenos Grupos e se aproximar das pessoas. De repente eu fui surpreendida com a fala da Mayara de que a nossa identidade se mistura com o identidade do seu autor, Jesus Cristo. Foi maravilhoso o workshop e o testemunho que ela deu sobre a guarda do sábado, na sua época de estudante”, comenta Liggia.

Fortalecimento espiritual

Mensagem final pelo Pr. Diego Barros. Colocar Deus acima de tudo o conhecimento.

Para a estudante de Psicologia Carla Brito, que mora na cidade de Salto, o congresso deu mais um gás para ela continuar seguindo os princípios e colocar Deus em primeiro lugar à frente do seu curso. “Esse congresso agregou muito e me fez refletir que outras pessoas também passam por desafios na questão do sábado. O preconceito de pensar diferente, por sermos cristãos. Vou continuar seguindo a Deus e ser um exemplo na universidade”, declara Carla.

Participação do Pr. Carlos Campitelli, líder sul-americano dos universitários.

Segundo o pastor Péricles Barbosa, idealizador do congresso e líder dos universitários na região sudoeste paulista, o tema da criação é debatido nas universidades, mas, o evolucionismo acaba sendo o centro das atenções no ambiente acadêmico secular. Porém, o cristianismo é descartado. “Não basta ter apenas opinião a cerca da crença da sua fé. É necessário ter convicção. A convicção nos defende de sermos influenciados, nos defende de mudar e quebrar os nossos princípios. Nos defende de mudar a nossa trajetória” sublinha Péricles.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox