Notícias Adventistas

Congresso reforça senso de missão entre as mulheres

O encontro recebeu caravanas de diversas cidades dos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte. No total, mais de mil participantes

17 de junho de 2018

Ivonilda Oliveira não gosta muito de sair de casa, mas por insistência de sua filha Simone, aceitou o convite de participar do Congresso de Mulheres “Nas mãos do Oleiro”, que aconteceu no sábado (16) em Natal, Rio Grande do Norte. Para sua surpresa, sua opinião mudou logo que chegou no evento. Segundo a aposentada, foi uma providencia esse convite. “Ainda bem que vim, fui surpreendida com a programação que me envolveu muito. Não só gostei como voltarei ano que vem”, declarou.

O encontro reuniu mais de mil mulheres da Paraíba e Rio Grande do Norte, entre fieis adventistas e convidadas. Segundo a diretora do Ministério da Mulher da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) para esses dois Estados, Cybelle Florêncio, o objetivo do evento foi alcançado. “A proposta foi celebrar com as congressistas, os muitos projetos que elas realizam usando seus talentos, como ministério em suas igrejas e nas comunidades”, ressaltou a organizadora.

O tema geral em pauta foi dirigido pela Dra. Rosana Alves, Phd em neurociência e diretora acadêmica do Neurogenesis Institute , na Flórida, Estados Unidos. A palestrante falou sobre assuntos relacionados à mente e ao corpo e sobre a importância de se conhecer em trabalhar melhor esses aspectos.

“É imprescindível um evento como este, ter a preocupação de levar temas que façam com que as mulheres conheçam melhor o cérebro, as reações da mente, entre outras coisas, para termos soluções simples para problemas complexos. E também conhecer esse nosso organismo que é um sistema fantástico preparado por Deus”, comenta Rosana.

O encontro contou também com testemunhos de mulheres, que apesar de sua rotina diária e do corre-corre, separam tempo para realizar projetos e ações sociais onde vivem.

 

Sílvia (Esq) fala de sua vida de voluntariado ao público

Um desses testemunhos foi o de Silvia Araújo, dona de uma empresa que em decorrência da crise econômica no pais, perdeu seu negócio e a levou a uma depressão profunda, mas que encontrou alento através da oração intercessora de seu esposo e filho, que buscavam a cura da mesma:  “Eu não precisei tomar remédios, pois o Senhor colocou dois anjos para me ajudar. Eu disse apenas eis-me aqui Pai eu não sei o que Tu queres, mas estou aqui para te servir” relatou a congressista.

Como resultado, há mais de dois anos Sílvia atua como voluntária na direção do Núcleo ADRA de Desenvolvimento (NAD) de Parnamirim (RN), ajudando mais de 400 pessoas por semana pela mesma instituição a nível nacional, a ADRA Brasil,  com atendimentos sociais para as comunidades locais. “Eu creio que minha missão aqui é levar o amor de Jesus para as pessoas, cuidando delas, levando esperança, segurando nas mãos e falando para elas: vocês podem! ”.

E seu trabalho voluntario foi apresentado às demais participantes do congresso, como incentivo e motivação para que, apesar das dificuldades, não desistam de realizar ações em prol do próximo, independentemente de suas áreas de atuação.

As congressistas foram impactadas também, por histórias de diversas mulheres missionárias, que marcaram sua época, durante a palestra do Pr. Geison Florêncio, presidente da IASD na região. O orador desafiou o público a assumir o compromisso de mudar a história da vida de alguém.

De acordo com a pedagoga Suênia Batista que assistiu à série de palestras, a programação reforçou seu senso de missão: “Saio daqui mais motivada e com conhecimentos sobre o que eu posso fazer por mim e pelos que estão ao meu lado, pois tenho como conhecer mais a minha mente. Cresci como mulher, como cristã, mas principalmente como profissional da área educacional. Estou maravilhada”, conclui.

Confira algumas fotos:

Clique aqui e acesse nossa fan page para ver mais fotos

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox