Notícias Adventistas

Congresso on-line motiva juventude de Goiás para viver a missão

Convidados explicaram o que é ser um missionário e como viver a missão trancultural.

Por Maycon Santos 21 de setembro de 2020

O evento foi transmitido pelas mídias sociais da instituição (Adventistas Goiás) / Foto: Maycon Santos

Um congresso realizado no último sábado (19) motivou a juventude do estado de Goiás para explorar e viver a missão. A Igreja Adventista do Sétimo Dia incentiva essa ideia com o objetivo de as pessoas usarem os seus talentos e dons para atuar em diferentes áreas que realizam projetos sociais, programas e ações para a comunidade, de modo a proclamar o evangelho.

Intitulado como Extreme Mission – a proposta é ter um projeto de missão contínuo na sede Administrativa da Igreja Adventista para Goiás (Associação Brasil Central – ABC).

Durante a live, convidados explanaram sobre o tema, explicaram como ser um missionário e testemunharam como é ser um voluntário na prática. Eles responderam as seguintes perguntas:

Por que eu deveria pensar em ser um missionário?

Para o pastor Joni Roger, diretor do Serviço Voluntário Adventista (SVA), quem se envolve com a missão transcultural desenvolve a capacidades para atuar na vida profissional.

“Temos três razões que responde a esta pergunta: em primeiro lugar Deus nos deixou uma ordem: ‘Ide e fazei discípulos’, o segundo ponto é porque há essa necessidade e por fim foi comprovado cientificamente que as pessoas que vivem o voluntariado obtém benefícios físicos, psicológicos, emocionais, sociais e espirituais. As pessoas que se envolvem como voluntários conseguem se adaptar a diferentes realidades e isso o ajuda no mercado de trabalho.”

O que te levou a ser um missionário?

A trajetória do jovem Wily Cruz como voluntário começou em 2010. Atualmente ele é voluntário na Nova Zelândia.

“Há exatos dez anos eu disse: Senhor, a minha vida eu quero dedicar para te servir. O mundo precisa de pessoas dispostas, por isso aceitei o chamado de Deus e Ele me utilizou de diversas formas. Eu aprendi uma grande lição: se você quer viver milagres, você tem que estar disposto a servir numa situação onde você é dependente de Deus e essa é a vida de um voluntário.”

Qual o significado de levantar uma geração missionária?

“Estamos buscando a juventude e toda a Igreja para levantar uma geração missionária, acreditamos que ser uma geração missionária é um chamado de Deus neste momento delicado da nossa história. Precisamos viver as cinco marcas que são: Buscar diariamente o batismo do Espírito Santo;  Fazer um novo discípulo;  Participar de um Pequeno Grupo ; Frequentar a Escola Sabatina e Servir em um ministério”, respondeu o diretor do Ministério Jovem para a Igreja Adventista na região Centro-Oeste do Brasil, pastor Richard Orgalha.

O que te impulsionou a tomar a decisão de ser um missionário?

Edmilton Junior está há duas semanas no Egito para atuar como diretor do clube de desbravadores na região.

“A melhor maneira que eu posso ajudar a comunidade é sendo um desbravador e hoje tenho essa oportunidade aqui no Cairo, capital do Egito. O que me impulsionou foi a minha vida inteira, desde a formação do meu caráter e trabalhos realizados na Igreja. Quando eu vi a oportunidade de ser um voluntário no que eu sempre fiz foi o que me ajudou a tomar essa decisão.”

Interessados em participar dos projetos de missão da ABC podem se inscrever clicando aqui.

Assista a live na íntegra:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox