Notícias Adventistas

Congresso de Pequenos Grupos traz como tema Nova Geração

Neste ano a programação foi realizada em Caldas Novas, GO

O discipulado através de pequenas comunidades foi o foco da programação. [Foto: André Azevedo]

Caldas Novas, GO… [ASN] A Igreja Adventista do Sétimo Dia iniciou 2017 ultrapassando os 20 milhões de membros. Os motivos para que essa marca tenha sido alcançada podem ser muitos, mas o envolvimento dos fiéis em pequenas comunidades de amor acolhendo novas pessoas tem uma grande parcela de contribuição. A estudante Tamine Lopes conheceu a Igreja através de um Pequeno Grupo (PG). O carinho recebido pelos participantes fez toda a diferença em sua vida. “É um grupo muito acolhedor, amoroso no qual as pessoas ajudam umas as outra. Nosso Pequeno Grupo, é um grupo muito missionário e eu gosto disso, faz eu me sentir viva”, afirma Tamine.

Tamine se aproximou da Igreja através de um PG. [Foto: André Azevedo]

O Pequeno Grupo que Tamine participa é fruto do trabalho de Elizabeth Toledo. A diretora do PG começou a frequentar a Igreja de Ladário, MS, e notou que não haviam jovens. Para mudar essa situação criou o Força Jovem. “Eles retornaram, passaram a participar ativamente das atividades missionárias promovidas pela comunidade Força Jovem e com isso convidaram outros colegas e dentre esses colegas estava a Tamine”, conta.

No último fim de semana, de 24 a 26 de março, ambas participaram do Congresso Anual de Pequenos Grupos Geração Contagiante realizado em Caldas Novas, GO. Segundo o pastor Manuel Nunes, diretor de Pequenos Grupos na região Centro-Oeste do país, o objetivo da programação foi motivar, inspirar e dar um norte para a Igreja quanto a contribuição de cada fiel na missão de fazer discípulos. “O Pequeno Grupo gera um senso de pertencimento, de família. Ali o participante é conhecido, é chamado pelo nome, ali se conhece suas necessidades. Sendo assim, ele vem para a igreja e continua num constante crescimento tanto de aprender a respeito de Cristo, quanto também de ganhar outros pela fé”, diz.

Cerca de 1300 representantes de Pequenos Grupos de todo Centro-Oeste estiveram presentes. [Foto: André Azevedo]

O congresso reuniu cerca de 1.300 representantes de Pequenos Grupos que buscam tornar a Igreja mais relevante para as novas gerações. “A Igreja está cada vez mais envelhecendo. E o percentual dessa faixa etária, em nosso meio, é cada vez menor. É a faixa etária que mais ganhamos pra Jesus, mas é também a que mais perdemos. Esse foco é para trazer essa nova geração para a experiência de comunidade, de crescimento em Cristo”, explica Nunes.

Palestras, momentos de oração e descontração fizeram com que mesmo quem lidera Pequenos Grupos há muitos anos, fosse contagiado mais uma vez pelo desejo de fazer novos amigos e cuidá-los demonstrando o amor de Cristo. Assim como Wesley Ribeiro, líder de um PG em Sobradinho, DF. “Foi uma reposição de energias que faltava em todos os líderes. Nós precisamos dessa fonte de energia de pessoas capacitadas que nos mostrem a direção. Claro que a direção vem do Espírito Santo, mas Ele usou todos esses homens, esses pastores abençoados. E nós tínhamos que ter isso para aumentar nossa visão, nosso propósito e nosso objetivo de gente cuidando de gente”, se alegra. [Equipe ASN, Pâmela Meireles]

Você pode saber mais sobre o Congresso Anual de Pequenos Grupos Geração Contagiante no programa Revista Novo Tempo, sexta-feira, às 20h na TV Novo Tempo.

Clique aqui para conferir mais fotos do evento. 

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox