Notícias Adventistas

Eventos

Concursos revelam dons e testam conhecimentos de desbravadores em Curitiba

Os finalistas das categorias de música, bom de nó, bom de Bíblia, bom de livro e projeto Samuel se encontraram para disputar as finais a nível de associação.


  • Compartilhar:

Representantes de 48 clubes estiveram presentes na final dos concursos MDA

O Ministério de Desbravadores da Associação Central Paranaense (ACP), realizou a fase final dos concursos realizados em 2021 no ultimo domingo (7). Os finalistas das categorias de música, bom de nó, bom de Bíblia, bom de livro e projeto Samuel se encontraram na IASD Boqueirão, em Curitiba, para disputar as finais a nível de associação.

Marcela , de 10 anos, recebendo o troféu

As eliminatórias aconteceram anteriormente a nível de clube, distrito, região e área. A partir disso os desbravadores se classificaram para a fase final, a nível de associação. Marcela Souza tem 10 anos e é do Clube de Desbravadores Guerreiros do Rei, encontrou no concurso algo que já gostava de fazer e tinha talento. “Eu sempre gostei de cantar daí quando eu soube que teria música eu fiquei muito feliz”, conta a vencedora na categoria música individual de 10 a 12 anos.

Mateus foi finalista do projeto Samuel

Cada categoria foi disputada em diferentes faixa etárias. 48 clubes de desbravadores estiveram no programa disputando alguma das categorias. Através dos concursos alguns talentos foram mostrados e tornaram-se conhecidos fora da sua igreja local. “No segundo ano que eu estava no clube ouvi falar do projeto Samuel, eu já tinha pregado na igreja, mas o projeto me motivou ainda mais a pregar”, conta Mateus Victor Padro de 15 anos, do Clube de Desbravadores Nova Jerusalém.

Entre os jurados estiveram líderes da Associação Central Paranaense; músicos como o grupo Margem Norte, da Gravadora Novo Tempo; professores de música e líderes de desbravadores.  Os concursos acontecem para criar uma competição saudável entre os clubes e incentivar o desenvolvimento de novas habilidades. “Tem uma dinâmica de competição mas ao mesmo tempo é um incentivo para no futuro ter pessoas melhores na igreja e na sociedade. Tem um propósito importantíssimo e a criança fica maluca para participar”, conta Adriel Colaço, diretor do Clube de Desbravadores Águia Verde.

O programa foi um marco para a volta das atividades presenciais. “A avaliação final é positiva, pois pudemos ver um envolvimento muito grande. Além disso, podemos destacar o retorno das atividades durante esse período. Mas o principal foi ver a alegria estampada no rosto de cada desbravador”, relata o líder de desbravadores para o centro do Paraná, Pr. Rogério Almeida.

As fotos do evento você encontra na página do MDA ACP no facebook.