Notícias Adventistas

Eventos

Concílio de Pastores da União Central Brasileira traça ações da Igreja Adventista em solo paulista

Encontro sediado no Centro Universitário Adventista de São Paulo reuniu 740 pastores entre os dias 17 e 20 de julho.


  • Compartilhar:

Os pastores da Igreja Adventista do Sétimo Dia para todo o Estado de São Paulo se reuniram entre os dias 17 e 20 de julho para o Concílio Ministerial da União Central Brasileira sediado pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo, o UNASP. O tema “Novos Desafios, Mesma Missão” instruiu o público sobre a importância de conhecer as novas possibilidades e manter o foco na pregação do evangelho nos próximos anos. 

O presidente da UCB, pastor Maurício Lima, lembra que apesar dos desafios serem novos, há aspectos que não mudam e são básicos com relação a mensagem e doutrina adventista. "Temos a expectativa de que este evento tenha contribuído para o crescimento espiritual e ministerial de todos que estão aqui e que, ao retornarem, esses pastores tenham um maior alcance em seu trabalho e continuem a ser bênçãos em suas igrejas", frisa.

A capacitação dos pastores foi planejada pelos líderes da União Central Brasileira, tendo em vista a abreviação do retorno de Cristo por meio do trabalho que a igreja realiza. Ainda de acordo com o pastor Maurício "temos que nos atualizar, mas não podemos nunca nos esquecer das nossas origens e dos princípios eternos que nós temos e não mudam", finaliza.

O departamental Ministerial, pastor Edilson Valiante, reiterou o compromisso dos pastores com a igreja e incentivo por meio desse evento. "Gostaríamos de motivar o pastor a reafirmar seu chamado e o compromisso com a missão de forma que todos se achegassem à vocação ministerial. Creio que a grande maioria saiu com o espírito de unidade", comemorou.

O presidente da União Central Brasileira conduziu momentos de incentivo e reflexão.

Programação especial do Concílio

O Concílio Ministerial recebeu convidados especiais e representantes da Associação Geral da Igreja Adventista. Durante as manhãs e noites, os pastores ouviram mensagens inspiradas e intercederam pela Igreja ao redor do mundo. O quarteto musical Arautos do Rei conduziu as mensagens musicais com arranjos feitos pelo maestro Jader Santos exclusivos para o programa.

A programação intercalou momentos de descontração e reflexões importantes para os líderes da Igreja. Divididos em grupos, os pastores receberam instruções sobre evangelismo, comunicação, serviços à comunidade, interpretação bíblica e outros temas relevantes para a atuação efetiva no campo.

O ponto alto da programação foi o convite aos pastores para relembrarem a história, desafios e conquistas da Igreja ao longo dos 100 anos de Associação Ministerial. Eles tiveram a oportunidade de renovar seu compromisso com Deus e confirmarem o chamado que receberam para serem líderes de uma igreja relevante e cheia do Espírito Santo. 

Cada campo contribuiu de forma significativa com depoimentos e histórias de transformação. Em uma das mensagens, o pastor Isaac Malheiros reforçou a importância do testemunho e comunhão com Cristo. “Quando eu abro a Bíblia, eu quero ouvir a voz de Deus e não o eco da minha própria voz”, reforça.

O evento também foi uma oportunidade de compartilhar as vivências de pastoreio entre colegas. O Secretário da Associação Paulista do Vale, a APV, pastor Charlys Siqueira, teve as expectativas superadas e acredita que “o Concílio, além de contribuir para o aprofundamento das convicções que se tem, enquanto cristão e pastor, também serviu como uma oportunidade de reencontrar amigos e companheiros de trabalho”.

Série “A jornada”

De maneira didática, a vida do pastor foi ilustrada por meio de uma série produzida pela Fábrica Visual do UNASP e dirigida pelo produtor e cineasta Tuiu Costa. Os pastores Maurício Lima e Edilson Valiante tiveram a ideia e compartilharam com o diretor para dar continuidade ao projeto. 

A série “A jornada” relembra o chamado e propósitos que a vida ministerial traz para cada pastor. Segundo a equipe de produção da série, conta a história de Rafael, um jovem adventista, e sua mãe, que juntos passam por momentos significativos que envolvem enfrentar desafios, exercer a fé e desenvolver a coragem. 

A equipe ainda explica que os temas da produção são comuns à vida de uma família pastoral. A série mostra que nenhuma missão é pequena ou grande; é apenas missão, quando o coração está comprometido em ser um instrumento nas mãos de Deus para finalizar a Sua obra.

A produção contou com o apoio de uma equipe especializada e voluntários.  De acordo com Costa, “considerando a pré-produção, produção e pós-produção foram aproximadamente 60 dias de trabalho intenso e cerca de 30 pessoas atuando de modo direto neste projeto”, conta. O resultado foram episódios repletos de reflexão e ensinamentos aos pastores.

Igreja em Movimento

A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem diversos departamentos que contribuem para o crescimento da instituição e avanço da pregação do Evangelho. A Casa Publicadora Brasileira, a CPB, fez o lançamento de literaturas e recordou o lançamento do Novo Hinário Adventista fortalecendo a marca da Igreja no mundo. Também estiveram presentes a Rede Novo Tempo de Comunicação, tendo em vista o trabalho que desempenham em todo território paulista.

Assim como os departamentos avançam, os líderes desejam que a igreja permaneça em movimento. Segundo o presidente da Igreja Adventista para toda América do Sul, pastor Stanley Arco, o retorno de Cristo é o foco da igreja. “Nossa função e desafio como pastores é preparar as pessoas para a volta de Jesus”, conclui. O último dia do evento reforçou a expectativa para esse momento, fortalecendo o compromisso da instituição por apressar o encontro com o Mestre.

O Concílio reúne os pastores a cada cinco anos para traçar metas baseadas nos princípios adventistas. A expectativa é que os próximos anos reflitam os aprendizados desse encontro no alcance e relevância da igreja na comunidade. O pastor Valiante comemorou a oportunidade de liderar os pastores da UCB e instruí-los para a obra do Senhor. "Fazer o melhor para que o pastor se sinta como um instrumento poderoso quando está nas mãos de Deus", finaliza.

Concílio de pastores fortalece princípios da Igreja Adventista para próximos anos.