Notícias Adventistas

Comissão Diretiva acontece de forma on-line para região Centro-Oeste do País

Encontro acontece anualmente de forma presencial mas, dessa vez, foi transmitida para evitar aglomeração

Por Jenny Vieira 18 de agosto de 2020

Apenas 16 pessoas estiveram presentes, mantendo o distanciamento social.

Todos os anos, a Comissão Diretiva Plenária da Igreja Adventista se reúne de forma presencial para votar algumas decisões e apresentar relatórios de como a Igreja têm funcionado em cada região. Este ano, por conta da pandemia da COVID-19, o evento no Centro-Oeste do País, foi realizado de forma diferente.

Cada participante presencial recebeu um kit de máscaras e álcool em gel para serem usados durante a reunião.

Cerca de 34 pessoas acompanharam a plenária por uma plataforma de vídeo que transmitiu de forma on-line e ao vivo toda a reunião, permitindo também a interação dos participantes. Mais 16 pessoas estavam presentes na União Centro-Oeste Brasileira, onde ocorreu o programa. Esses membros, residentes em Brasília e região, acompanharam o programa de forma presencial, mantendo o distanciamento e cumprindo todas as medidas de segurança exigidas pela Organização Mundial da Saúde. O evento aconteceu entre os dias 17 e 18 de agosto.

Os demais membros da comissão participaram por uma plataforma de vídeo e acompanharam o programa ao vivo.

Resultados da Igreja frente à pandemia

Diante do desafio trazido pela pandemia, o resultado visto é de uma igreja que, ainda que tenha passado muito tempo de portas fechadas, não parou. “Estamos experimentando verdadeiros milagres, Deus tem confirmado a cada momento que tudo está sob o Seu controle. Por este motivo, enquanto o mundo parece recuar, a igreja precisa avançar com mais velocidade ainda”, inspira o pastor Gilnei de Abreu, líder financeiro para toda a Igreja no Centro-Oeste.

Outros números que surpreenderam são referentes ao Ministério Jovem. A Missão Calebe, projeto que acontece durante o período de férias dos adolescentes e jovens, este ano, também superou as expectativas. Em 2019, foram 17.500 Calebes envolvidos na missão. Já em 2020, 21.821 adolescentes e jovens participaram do projeto, que foi caracterizado pelo evangelismo on-line e contabilizou quase 11 mil estudos bíblicos. Mais de 450 pessoas já foram batizadas, fruto do trabalho da Missão Calebe.

O Hospital Adventista do Pênfigo (HAP), localizado em Campo Grande – MS e mantido pela Igreja Adventista no Centro-Oeste, também tem enfrentado os desafios causados pela pandemia. Recentemente, abriu mais duas salas de UTI em uma de suas unidades  (na saída para Sidrolândia) para atender os inúmeros casos de coronavírus da cidade. “Nossa rotina mudou. Hoje não podemos mais fazer visitas aos quartos dos pacientes, para orar e falar de Jesus como fazíamos, mas, ainda assim, nesse período, 10 pessoas já entregaram sua vida a Jesus por meio do batismo. Nesse mesmo período no ano passado, não tínhamos nenhum batismo realizado dentro do hospital”, conta Everton Martin, diretor do HAP.

Ainda referente à missão, o Instituto de Missão da UCOB, que tinha diversos planos de cursos presenciais para esse ano, precisou se adaptar, mas não parou. Os cursos foram todos mantidos pela modalidade EAD. Até o momento, o instituto já ofereceu seis cursos e já está com mais dois programados até o final do ano. Ao todo, foram mais de 160 alunos e o próximo curso já conta com 50 pré-inscrições.

Mudança de nome dos internatos adventistas

O, até então, Instituto Adventista Brasil Central (IABC), teve seu nome alterado pela Comissão Diretiva da UCOB durante a reunião do dia 18. A mudança foi estabelecida para todos os internatos da América do Sul, com o fim de padronizar as nomenclaturas das instituições. “Pela longa história dessas instituições, muitos carregam siglas e nomes que atualmente se tornaram um tento obsoletos para a sociedade. Além disso, há a necessidade de um padrão de nomenclatura que caracterize a rede como um todo”, explicou Samuel Bruno, líder de Educação para todo o Centro-Oeste do país. A partir de agora a instituição carregará o nome de Colégio Adventista Brasil Central.

O Instituto Adventista Brasil Central, passa a se chamar Colégio Adventista Brasil Central

Nas demais áreas da educação da região Centro-Oeste, vale ressaltar o programa de ensino remoto da rede, que tem sido preparado pelos professores para atender a todos os alunos, mesmo sem a possibilidade de aulas presenciais, bem como as agências de missão que continuam oferecendo suporte material e espiritual para a comunidade escolar durante a pandemia.

O ano tem sido diferente e desafiador em todos os aspectos, mas a Igreja Adventista no Centro-Oeste tem encontrado meios de continuar a pregação do evangelho e de prosseguir com os objetivos propostos para 2020. “Quando olhamos os possíveis riscos trazidos pela pandemia, ficamos preocupados. Mas em meio a todos esses desafios o Senhor tem nos dado bênçãos em todas as áreas da Igreja”, comemora o pastor Alijofran Brandão, presidente da Igreja para a região.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox