Notícias Adventistas

Combate ao abuso sexual infantil é tema de movimentos no sul da Bahia

Passeatas, palestras e até atividades em LIBRAS foram promovidas em apoio ao projeto Quebrando o Silêncio

Por Evellin Fagundes 28 de agosto de 2019

Passeata em Teixeira de Freitas em combate ao abuso sexual infantil reuniu centenas de pessoas

No calendário da Igreja Adventista do Sétimo Dia na américa do sul, o mês de agosto representa o principal período de abordagem de temas relacionados ao combate à violência. O movimento chamado de Quebrando o Silêncio é promovido pela igreja para conscientizar, alertar e orientar a sociedade. Neste ano, o abuso sexual contra crianças foi o assunto levantado. Na região sul da Bahia, diversas atividades foram realizadas. Para Saionara Andrade, líder do ministério da mulher para esta região, “a igreja tem um papel social de ajudar os oprimidos”.
Acompanhe algumas das iniciativas:

Em Itabuna, no dia 22 de agosto, representantes da liderança da igreja para a região sul baiana, o pastor Murilo Andrade e a diretora do Ministério da Mulher, Saionara Andrade, participaram de um programa da rádio, onde puderam apresentar o tema e estimular a denúncia. O advogado Arthur Albuquerque, que também estava presente, reforçou a informação de que a denúncia pode ser anônima. “Não tenham medo de denunciar. Há uma garantia de que a sua identidade não vai ser revelada. O problema é saber do fato e não denunciar. Você tem por obrigação levar o conhecimento dessas situações às autoridades”, disse.  O pastor Murilo completou citando a passagem bíblica de Tiago 4:17.  “Aquele que sabe o bem que tem que fazer e não faz, nisso ele está cometendo um erro. Então temos que redobrar a atenção de forma muito especial e não deixar de fazer o bem que devemos fazer em prol dessas crianças”, finalizou. Ouvintes interagiram por mensagens e ligações, compartilhando as situações que conheciam.

Alunos aprenderam frases em LIBRAS para ajudar a combater e também denunciar o abuso sexual infantil

Na Colégio Adventista da cidade, durante toda a unidade, atividades educativas sobre o assunto foram promovidas.  Na disciplina de LIBRAS, alunos aprenderam os sinais de frases como “Combata a pedofilia, ligue 100”.

No extremo sul do Estado, na cidade de Teixeira de Freitas, centenas de pessoas participaram de uma passeata no dia 24 de agosto, data principal das atividades do Projeto. Aventureiros, Desbravadores, alunos da Escola Adventista, mulheres e outras frentes missionárias distribuíram 10.000 panfletos informativos durante a caminhada no centro da cidade. Em Eunápolis, Escolas Municipais foram visitadas e os alunos ouviram palestras sobre como se previnir, identificar e denunciar o abuso sexual. E na cidade de Santa Cruz Cabrália, adolescentes apresentaram uma peça na igreja, emocionando a muitos.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox