Notícias Adventistas

“Colhendo Frutos”: evento capacita 1.200 mulheres para evangelismo

O evento aconteceu em Vitória e Colatina, no Espírito Santo, e reuniu as mulheres em duplas missionárias

Por Ayanne Karoline 17 de fevereiro de 2020

Cerca de 1.200 mulheres participaram, se dividindo em duplas missionárias. (Foto: Davner Toledo)

Inspirar, motivar e capacitar para o evangelismo! Esses foram os três objetivos trabalhados no coração de cerca de 1.200 mulheres adventistas que participaram, em duplas missionárias, da convenção “Colhendo Frutos”, promovida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia para as regiões central e norte do ES (AES). O evento aconteceu em dois domingos (09 e 16 de fevereiro), em Colatina e Vitória.

Entre os palestrantes do evento estava a apresentadora da TV Novo Tempo, Darleide Alves; a líder de Ministério da Mulher, Cesiane Amaral; a líder do Ministério da Mulher da Igreja Adventista para oito países da América do Sul, Marli Peyerl; a líder do Ministério da Mulher da Igreja Adventista para os estados do RJ, MG e ES,  Ester Leal; e o líder do Ministério Pessoal da Igreja Adventista para os estados do RJ, MG e ES, Éber Nunes.

Confira vídeo de abertura do evento:

“Mais de 50% da Igreja em nosso campo é composto por mulheres. Nosso objetivo foi preparar esse grande exército para estar na ‘seara’, trabalhando e colhendo frutos”, explicou a organizadora do evento, Jeanete Souza, líder do Ministério da Mulher da AES.

Em um dos momentos marcantes do evento, mulheres que levaram alguma pessoa ao batismo receberam velas acessas e foram, aos poucos, acendendo as velas das outras mulheres. A ideia era que elas também se sentissem inspiradas a ser “luz” na vida de outras pessoas. “ Nós tivemos diversas mulheres presentes, com boa vontade e dedicadas. Esse encontro foi um divisor de águas para elas, as ensinando como alcançar mais pessoas para Jesus em sua casa, igreja e comunidade”, ressaltou a líder do Ministério da Mulher da Igreja Adventista para oito países da América do Sul, Marli Peyerl.

Uma mulher foi batizada na convenção de Colatina. (Foto: Davner Toledo)

Alcancemos Mais

Todas as participantes receberam um “fruto”, em forma de adesivo, onde puderam colocar sua meta pessoal de estudos bíblicos e batismo. Cada uma colou o seu em um quadro alusivo à colheita. ” O apelo marcou o evento para mim. Saí mais motivada para voltar à minha igreja, colher os frutos do nosso trabalho e dar suporte para as pessoas que entram na igreja e precisam de apoio”, afirmou uma das participantes, Misdelma da Silva R. Ohnesorge.

Os dois eventos, em Colatina e Vitória, contaram com batismos de mulheres que receberam estudos bíblicos de amigas adventistas.

Para a líder do Ministério da Mulher da Igreja Adventista para os estados do RJ, MG e ES, Ester Leal, o contato e a proximidade das mulheres com os projetos da Igreja é fundamental para que elas se organizem e levem o trabalho adiante. “ Elas são a ‘ponta da linha’, que fazem o trabalho acontecer na igreja local”, explicou.

Veja fotos:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox