Notícias Adventistas

Cidades do sudoeste paulista recebem feiras de saúde

A Igreja Adventista oferece um programa de saúde para a comunidade usando os oito remédios da natureza.

3 de junho de 2015
A feira na cidade de Itararé teve o envolvimento dos alunos do Colégio Adventista

A feira na cidade de Itararé teve o envolvimento dos alunos do Colégio Adventista

Sorocaba, SP…[ASN] Após um sábado com diversas ações impactando as cidades da região e entregando o livro Viva com Esperança, o domingo, 31 de maio, continuou as atividades levando mais saúde e mostrando que com hábitos simples é possível ter uma melhor qualidade de vida e que remédios nem sempre precisam ser da farmácia.

Nove feiras de saúde aconteceram no mesmo dia em toda região sudoeste paulista, organizada por igrejas e escolas, cada uma em média atendendo 600 pessoas.

Tatuí
Em parceria com a Prefeitura, as igrejas adventistas da cidade se uniram e organizaram uma grande estrutura para atender os moradores da cidade e mostrar que é possível ter uma boa saúde com remédios que podem ser encontrados na natureza.

Na cidade de Tatuí teve a parceria com a Secretária de saúde do Município

Na cidade de Tatuí teve a parceria com a Secretária de saúde do Município

A feira reuniu cerca de 250 voluntários para atender os quase 800 visitantes que além de saber mais sobre hábitos saudáveis puderam assistir apresentações de corais, orquestra, apresentação do Canil da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal.

Adriana de Moraes Gonzaga, dona de casa, recebeu o convite em sua casa e ficou ansiosa para saber mais sobre saúde. “Tem coisa que a gente não sabe e se interessa em saber. A gente vem busca e adquiri no dia a dia da gente, procura mudar”.

Sorocaba

A feira em Tatuí mobilizou os alunos do Colégio Adventista e profissionais liberais

A feira em Tatuí mobilizou os alunos do Colégio Adventista e profissionais liberais

O Colégio Adventista de Sorocaba (CAS) foi quem organizou a feira de saúde no parque Campolim. O diferencial desse evento foi que os próprios alunos explicavam sobre os remédios que a natureza oferece e orientavam sobre a prevenção de algumas doenças que afetam em massa a população.

Para a aluna Júlia Loures, 1º ano ensino médio, participar da feira foi uma forma de ajudar e ser ajudada. Júlia ainda comentou que foi gratificante ter participado. “Eu consigo ajudar o próximo e me ajudar também, porque eu aprendo com os outros e os outros aprendem comigo”.

Hortolândia

As portas do Centro Universitário de São Paulo (Unasp) em Hortolândia estavam abertas no último domingo, 31 de maio, para quem quisesse aprender. Mas dessa vez a matéria era sobre saúde e quem ensinava era os próprios alunos em sua maioria.
A feira contou com cerca de 200 voluntários e atendeu aproximadamente 600 pessoas da comunidade.

Uma boa massagem foi um dos serviços oferecido aos visitantes da feira no Unasp HT

Uma boa massagem foi um dos serviços oferecido aos visitantes da feira no Unasp – HT

O pastor Alacy Barbosa, diretor geral do campus, comentou sobre como é ter um evento desse na universidade e explicou que isso é uma forma de fazer e aprender o que Cristo ensinou em Sua palavra. “Como escola, liderar um evento desse é fundamental. Dar oportunidade para a comunidade vir e prestar o seu serviço para aqueles que mais precisam”.

Segundo o pastor Aurelino Aurélio Ferreira, presidente da Igreja na região sudoeste paulista, a feira de saúde é uma maneira de mostrar qual é o papel da igreja na sociedade. “Eu vejo isso como uma iniciativa, uma oportunidade de nós mostrarmos o evangelho em ação. As pessoas cumprindo a missão, porque a mensagem de saúde é uma estratégia para nós alcançarmos o coração das pessoas e mostrarmos como Jesus tem interesse no bem estar delas”. [Equipe ASN, Lucas Nascimento]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox