Notícias Adventistas

Campori em Curitiba reforça comunhão com Deus como base da vida

Evento trata de aspectos essenciais da vida do jovem cristão.

Por Willian Vieira, com informações de Jéssica Guidolin 16 de novembro de 2018

A oportunidade de participar de um campori jovem pela primeira vez não saía da mente da jovem Anelize Perez há alguns meses. Nem o fato de morar em Uruguaiana – cidade gaúcha que está localizada a 1.110 quilômetros de Curitiba, sede do evento – tornou seu sonho impossível. Percorrer uma distância dessas, segundo ela, é um sacrifício que se justifica pelos resultados.

Leia mais:

Sete mil jovens farão atividades voluntárias no feriado prolongado em Curitiba

“Campori é um investimento e não um gasto. Não é uma simples excursão, é uma programação que eu sei que acrescentará à minha vida. Toda programação nos leva para mais perto de Deus e estar junto de jovens que possuem o mesmo propósito é muito gratificante. Não tem como voltar da maneira que fomos. O Espírito Santo atua de tal forma que voltamos transformados”, afirma Anelize.

Foi justamente sobre a transformação gerada pelo Espírito Santo que a abertura concentrou seus blocos. No início, um vídeo, aliado a encenação feita no palco, contou a história de uma jovem que aparentava felicidade diante de outras pessoas, mas que se sentia infeliz quando olhava para o interior de sua vida. Ao longo da produção, a mudança real começou a acontecer quando a oração e a fé entraram em cena, gerando, inclusive, envolvimento na missão de espalhar o evangelho como consequência automática.

Além deste trecho, pequenos quadros que se utilizaram das artes cênicas e do humor, chamaram a atenção para atitudes e posturas que os jovens tem em sua relação com Deus.

Em outro momento, o testemunho da jovem Talita incentivou o estudo da lição da Escola Sabatina. Ao ser convidada e apoiada diversas vezes por integrantes da base de Geração 148 da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Goioerê, ela passou a fazer parte do grupo, a estudar o guia de estudos para jovens e estreitar os laços de amizade. Na ocasião, a Talita, que agora já oferece estudos bíblicos a outras pessoas e auxilia nos preparativos semanais das reuniões da base, demonstrou sua aceitação a Deus por meio do batismo.

O pastor Gary Blanchard, líder mundial dos jovens adventistas e convidado do evento, fechou a noite com uma explanação baseada na promessa feita por Jesus a seus seguidores no livro de Atos sobre conceder o poder necessário para ser uma testemunha em tempos difíceis. “O poder que você e eu podemos ter vem dEle. Jesus orava até que sua humanidade estivesse cheia da divindade. Ele orava até que o Seu corpo estivesse preenchido com o poder do Espírito. Ele não tinha pressa. Quando você coloca o seu celular para carregar, você o tira de lá quando está carregado”, ressalta o líder.

Para o jovem Teonas Martins, da Igreja Adventista de São José, em Florianópolis, a tônica do primeiro dia de evento foi de extrema importância para avaliar e repensar o modo de vida que se tem levado. “Muitas vezes, a gente tem 30 minutos com Deus e acha que foi muito maçante, só que a gente está em uma guerra espiritual e a gente só vai conseguir vencer o diabo com o poder do Espírito Santo. Jesus Cristo é tão bom que, mesmo a gente errando, Ele ainda quer nos salvar”, reflete.

Além disto, momentos musicais com o grupo Expressão de Vida (IAP) e o quarteto Arautos do Rei rechearam o programa. Ao fim do programa, os jovens foram incentivados a orarem por alguns minutos com seus amigos.

A programação segue com transmissão ao vivo, na íntegra, por meio da página oficial do evento no Facebook, assim como na página Adventistas Sul. As principais fotos e vídeos vinculados ao evento também tem sido publicados nestes canais e no perfil do Instagram @FortesUSB.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox