Notícias Adventistas

Campori de Desbravadores na Bahia volta a Feira de Santana

Por Roberto Alves 19 de novembro de 2019

 

A quarta edição do Campori de Desbravadores da Associação Bahia Central, foi marcada por histórias de vidas que foram transformadas pela ação inspiradora deste ministério.

O Campori Escolhidos, teve a presença de autoridades públicas municipais e de líderes da Igreja Adventista na região.

Momentos marcantes do Campori no Parque de Exposições

Um momento que emocionou a todos os acampantes foi a cerimônia de investidura em liderança com mais de 100 investidos, entre Líder, Máster e Máster Avançado. O momento foi finalizado com uma homenagem feita aos pioneiros de alguns Clubes de Desbravadores na região. Edson Bispo, 61 anos, fundador do Clube Sírius na cidade de Inhambupe, no ano de 1996, e Nadir Pires, 59 anos, é fundadora do Clube Vulcões da Natureza em Feira de Santana no ano de 2011. Em reconhecimento a sua dedicação, receberam das mãos dos líderes da Igreja Adventista na região, um lenço especial que marcou a investidura de ambos como Líderes de Honra.

Fábio é Diretor Associado do Clube Estrela do Oriente no bairro Sobradinho em Feira de Santana.

Outro momento memorável, foi na última noite de programação, quando o pastor Carlos Santos, Secretário Executiva da Igreja Adventista na região central da Bahia, contou a história do primeiro Campori de Campo que aconteceu no ano de 1990, há 29 anos, no Parque de Exposições em Feira de Santana, na época da Associação Bahia. Na foto apresentada, entre o grupo, estava Fábio Nascimento, que participou da primeira edição que aconteceu ali. Para Fábio, “é incrível ver que a paixão pelo Clube de Desbravadores nunca morre”, na época ele tinha 19 anos de idade, agora, veio acompanhado com o seu filho. “A gente fica grato a Deus por continuar nesse ministério e perceber que houve uma expansão no número de Clubes, a própria igreja, que antes era apenas uma associaçãozinha, hoje, tem várias associações dentro da própria Bahia”, concluiu.

Na foto ao centro, o pastor José Maria, na época Líder de Desbravadores da Divisão Sul Americana, e o pastor Malcon Alen, que na época era o Líder Mundial de Desbravadores. No canto superior direito Fábio Nascimento.

Veja também a cobertura da imprensa local

Campori em resumo

Cavalaria da Polícia Militar de Feira de Santana participa da abertura do Campori Escolhido.

Fanfarra do 35 BI de Feira de Santana.

Na quinta (14), logo pela manhã, muitos ônibus já começavam a chegar vindos de mais de 30 municípios da região central da Bahia. Foram 81 clubes, totalizando 3,8 mil Desbravadores. A abertura do evento teve a presença da Fanfarra do 35 Batalhão de Infantaria do Exército, da Cavalaria da Polícia Militar, autoridades municipais e líderes da Igreja Adventista na região. Os participantes adoraram a Deus com o Art Trio.

Portais construídos pelos Desbravadores.

A sexta (15), começou bem cedo, às 6h da manhã para o culto matutino com o pastor Daniel Ludtke, que além de abrir a Bíblia com os desbravadores, cantou músicas que os clubes amam cantar.

Durante o dia, os meninos e meninas participaram de atividades recreativas. À noite a mensagem foi com pastor Eduardo Batista (Pr. Dudu), Líder de Desbravadores para os estados da Bahia e Sergipe, que apresentou a importância de se manter firme seguindo os princípios morais, através da história do personagem bíblico, Sansão. Rafaela Pinho, cantou músicas conhecidas na sua voz, e todo o Campori cantou junto.

Pastor Carlos Santos foi um dos oradores do Campori Escolhidos.

O pastor Carlos Santos, Secretário Executivo da Igreja Adventista na região, trouxe a mensagem especial do sábado (16). Contou sua história na igreja, que teve início quando conheceu o Clube de Desbravadores em sua adolescência.

Segundo o pastor Orleando Júnior, Líder de Desbravadores da região, o Campori Escolhidos, atendeu a expectativa de envolver os participantes, durante esses quatro dias, numa atmosfera de celebração. “É possível ver no sorriso deles a alegria e satisfação de estar aqui”, afirmou.

O evento teve a presença do pastor Stanley Arco, Presidente da Igreja Adventista para os estados da Bahia e Sergipe, que esteve na abertura do evento parabenizando o empenho de cada acampante para estar ali.

O pastor Weber Thomas, Presidente da Igreja na região central da Bahia, lembrou que “o Campori Escolhidos, tem sido a oportunidade de cada um olhar para dentro de si, e dizer, eu fui escolhido. É fantástico ver a reação desses meninos. A ordem, a disciplina, a dedicação, o zelo e a alegria estampada no rosto de cada um deles, Deus seja louvado”, encerrou.

Grupo teatral através da peça, trouxe uma reflexão sobre a volta de Jesus e emocionou a muito.

Fechando a programação no domingo (17), mesmo cansados, os desbravadores ainda tinham energia e animação para o último dia do Campori Escolhidos. “Foi intenso, mas valeu a pena”, afirmou Graziele Lima, que veio da cidade de Inhambupe, há 125 Km de Feira de Santana. Desde os quatro anos de idade, ela acompanha seus pais no clube da cidade onde vive. “Me sinto realizada em participar deste Campori pois realizei ontem o meu maior sonho que foi se tornar líder de desbravadores”.

Durante o Campori cada acampante pode aprender valores éticos, morais e cívicos através de peças teatrais, músicas e mensagem bíblica. Dezenas de adolescentes e jovens, escolheram viver um novo estilo de vida, para serem uma bênção na comunidade onde estiverem.

Veja fotos do 4° Campori de Desbravadores da Associação Bahia CentralEscolhidos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox