Notícias Adventistas

VII Campori da AAmaR atrai 9 mil desbravadores e marca por sua diversidade cultural

Por Luciana Santana Diniz e Luana Telles 7 de setembro de 2019

Barracas coloridas, sorrisos abertos, emoção e reflexão a cada mensagem espiritual. Diversidades representadas por idiomas e culturas com grupos sociais indígenas, ribeirinhos, venezuelanos e guianeses. Muita movimentação e concentração nas praças das provas físicas e mentais. Todos contagiados pela alegria do amigo ao lado, e na expectativa de surpresas reservadas em cada atividade e apelo durante as mensagens espirituais. Há 24 meses, os desbravadores dos estados do Amazonas e Roraima estão nas ruas abordando pessoas antes nunca vistas e buscando recursos para chegarem até aqui. Encararam o cansaço, vencendo um dia por vez para alcançar o grande objetivo sonhado por 2 anos. Este é o cenário e os sentimentos dos desbravadores presentes no “VII Campori da AAmar: Abraão – fiel ao extremo”. Mais de 9 mil crianças e adolescentes estão reunidos no Instituto Adventista Agro Industrial (IAAI), situado no coração da Amazônia, entre os dias 04 e 08 de setembro.

Para o responsável pelos Desbravadores para os estados do Amazonas e Roraima, pastor Alan Ferraz, perceber as histórias dos desbravadores se encontrando e realizando sonhos ao chegarem até aqui é gratificante. “Vê-los aqui é muito emocionante. A sensação é de dever cumprido! Quando eu olho para os diretores, para os meninos, vejo que estão felizes. Neste momento imagino que eles pensam: conseguimos chegar aqui”, relata emocionado.

Clique aqui e acompanhe as transmissões AO VIVO.

A desbravadora Endria Lopes, veio cheia de expectativas para o Campori, pois para ela, estar aqui, representa muito esforço e dedicação. “Nós lutamos muito para estar aqui, tentei ajudar todos os meus amigos, espero que cada desbravador realmente sinta Deus no coração”, declarou emocionada.

De acordo com o responsável pela Igreja Adventista para os estados do Amazonas e Roraima, pastor Wiglife Saraiva, os Camporis da AAmaR têm o diferencial da diversidade cultural presente nos 2 estados representados pelos clubes. “Aqui temos diversos grupos sociais: ribeirinhos, venezuelanos, guianos e indígenas. Mas todos com a mesma necessidade espiritual de ter um encontro com Deus. Somos tão diferentes, mas na diversidade nos encontramos na busca pela transformação de vida. E estamos aqui para proporcionar isso aos 9 mil desbravadores presentes no VII Campori da AAmar”, coloca.

Na abertura do evento estiveram presentes os líderes de Desbravadores para o mundo, pastor Andreas Peralta, o líder de Desbravadores para a América do Sul, Udolcy Zukowski e o líder de Desbravadores para a União Noroeste, pastor Anderson  Carneiro. O pastor Peralta realizou a investidura de líderes na abertura e deixou uma mensagem que marcou o Campori. “Quando Deus te chama para ir, está te chamando para deixar tudo para trás”, declarou.

Robert Gonçalves não desgrudou os olhos da programação, desbravador do clube Guardiões do Senhor, expressou todo entusiasmo por ter chegado ao Campori. “Estar aqui é muito especial, estou tão feliz, não há nada que explique”, finaliza.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox