Notícias Adventistas

Aventureiros aprendem sobre o céu em acampamento no PR

O XVI Aventuri Uma Aventura no Céu foi o maior acampamento de Aventureiros já existente na Igreja Adventista no sul do Paraná.

1 de setembro de 2015
IMG_7940

Camily (esq.) participa do Clube Se7e D Kids, que levou ao Aventuri 35 crianças, sendo 17 delas não-adventistas.

Mandirituba, PR… [ASN] Camily dos Santos tem nove anos de idade. Até ano passado, ela e seus dois irmãos, Gabriel, de sete, e Raiany, de oito, não sabiam o que era o Clube de Aventureiros. Moradores de uma comunidade carente próxima à igreja adventista do Tatuquara, em Curitiba, começaram a frequentar as programações e também o clube através de uma mulher, membro da igreja, que os leva todos os sábados com mais 17 crianças da mesma localidade.

Participando do Clube de Aventureiros SE7e D Kids, Camily e as crianças acamparam pela primeira vez, junto com amiguinhos um pouco mais experientes nessa aventura. A garota revela que o acampamento é bem mais legal do que ela havia imaginado. “Eu não achava que era assim. Pensei que só dormíamos em barraca, tinha um monte de mato e só isso. Assim é mais legal”, conta Camily se referindo ao XVI Aventuri da Associação Sul Paranaense (ASP), que aconteceu no último fim de semana, 28 a 30 de agosto, na cidade de Mandirituba.

Com o tema Uma Aventura no Céu, 1400 participantes viveram dias de muita recreação e também aprendizado sobre os relatos bíblicos que falam sobre o céu. Entre as histórias contadas, destacou-se a de Elias, que foi levado ao céu em uma carruagem de fogo.

Para deixar o assunto ainda mais didático, no sábado à tarde as crianças embarcaram em um avião feito de canos e madeira, com direito a assentos personalizados, aeromoça, piloto e até serviço de bordo. Além disso, se aventuraram em um planetário, podendo observar as estrelas e as galáxias, e também passaram por um ambiente cheio de anjos, retratando como será o céu que Jesus foi preparar para a humanidade.

Eduardo Neto, líder dos Aventureiros no Sul do Paraná, explica que os três locais remetem ao primeiro céu, aquele enxergado a olho nu; ao segundo céu; onde fica o espaço sideral; e o terceiro céu, onde Deus habita. “O grande objetivo foi fazer com que os aventureiros pudessem interagir com uma ideia do céu. Diante de tanta coisa que o mundo oferece, queremos fazer com que eles sonhem conosco que existe algo maravilhoso preparado por Jesus para nós”, conta.

O avião, junto ao planetários e os anjos fizeram referência aos três céus relatados na Bíblia.

O avião, junto ao planetários e os anjos fizeram referência aos três céus relatados na Bíblia.

Andrés Januário elegeu o planetário como sua atração preferida, porque gostou muito de conhecer mais sobre os planetas. O aventureiro de sete anos de idade revela que a primeira coisa que fará quando for para o Céu são perguntas para Jesus sobre diversas coisas. Ele ainda afirmou que não existe coisa melhor no mundo do que ir para este lugar especial. “Lá não vai ter dor, nem briga, nem nada de ruim, só alegria e paz. A gente vai poder brincar com os animais e escorregar no pescoço da girafa”, imagina.

Para um pouquinho desse Céu aqui na Terra, o Aventuri proporcionou muitos momentos de alegria com batismos, investidura e um encerramento com premiações para deixar marcado os dias vividos em um ambiente celestial. E para quem nunca participou de uma programação como essa, Emilly dos Santos, de oito anos, recomenda e convida as crianças para viverem essa experiência: “Que um dia elas possam ter a oportunidade de vir. Aqui tem muita coisa legal, incluindo as brincadeiras e comida bem gostosa”, garante. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin]

Confira as fotos do XVI Aventuri em nossa fanpage do Facebook, clique aqui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox