Notícias Adventistas

Eventos

Associação Mineira Sul forma mais de 350 professores da Escola Sabatina

O Departamento da Escola Sabatina da AMS finaliza o curso “Professores Apaixonados” com cerimônias de formatura em três cidades do Campo.


  • Compartilhar:
Alunos da Zona da Mata se formam em Juiz de Fora

Nos últimos dois sábados (06 e 13), aconteceu nas cidades de Juiz de Fora e Varginha, o evento de entrega de certificados aos alunos do curso “Professores Apaixonados” realizado pelo Departamento de Escola Sabatina da Associação Mineira Sul. E neste sábado (20), a cerimônia acontece na cidade de Muriaé, onde outro grupo de professores voluntários receberá seu diploma de conclusão. Somados aos outros dois grupos anteriores, serão aproximadamente 350 professores capacitados.

O curso teve início em maio e a aulas foram ministradas por convidados profissionais de diversas áreas na modalidade à distância de forma on-line através da plataforma Zoom. Os temas das disciplinas apontavam para o cuidado e valorização de cada membro da Unidade de Ação, como são chamadas as classes da Escola Sabatina.

Esteve presente nas celebrações o Pr. Marcos Santiago, líder da Escola Sabatina na União Sudeste Brasileira e idealizador do projeto. Ele conta que a ideia nasceu da necessidade de capacitar e atualizar os professores voluntários das igrejas locais quanto às metodologias e tecnologias utilizadas por profissionais da educação de um modo geral.

De acordo com o Pr. Dáffano Augusto, líder de Escola Sabatina para toda a Associação Mineira Sul, alguns dos participantes expressaram sua emoção ao participar por primeira vez de uma cerimônia de formatura, como relatou o Prof. Elioenai de Oliveira Barbosa, professor voluntário na base Teen Heroes, dos adolescentes da Igreja Adventista Central de Andradas:

Elionai de Oliveira recebe certificado de conclusão do Curso Professores Apaixonados do Pr. Daffano Augusto

“Atualmente trabalho como diretor da Escola Adventista de Andradas, já conduzi algumas formaturas. Embora tenha duas graduações no currículo, por diversos motivos, é a primeira vez que participo presencialmente como formando. Fazer esse curso foi enriquecedor para essas funções que desempenho na igreja. Relembrei de muitas coisas em diversas aulas, aprendi coisas novas em outras, como no dia em que a Juliana falou sobre acessibilidade, por exemplo. Mas algo foi comum em todas as aulas: dar um novo ânimo e fazer a gente se apaixonar ainda mais pelo que faz. Sou apaixonado por ensinar da Bíblia à cada aluno de minha classe. Eu amo aprender e ensinar. Quero ser professor por toda a minha vida!”

Redação: Juliana Santos