Notícias Adventistas

Adventistas preferem a calmaria dos retiros durante o carnaval

Milhares de pessoas escolhem retiros espirituais ao frenesi do carnaval no Rio de Janeiro.

12 de fevereiro de 2016
Vários retiros presenciaram batismos. Este foi em Mazomba, com Sheila e Rubenilton.

Vários retiros presenciaram batismos. Este foi em Mazomba, com Sheila e Rubenilton.

Rio de Janeiro, RJ [ASN] Milhares de pessoas na região sul do estado do Rio de Janeiro preferem a calmaria dos retiros espirituais ao frenesi do feriado de carnaval.

Centenas de Igrejas Adventistas organizaram retiros para o período de carnaval. Cultos matutinos e vespertinos, brincadeiras, gincanas, muito esporte e lazer, incluindo festas temáticas. O que não faltou foi muita alegria e vontade de aproveitar de forma diferente o feriado: ao lado de amigos e de Deus.

Mazomba é um bairro conhecido de Itaguaí por suas cachoeiras e diversos sítios. E neste local a Igreja Adventista de Santíssimo fez seu acampamento com cerca de 130 pessoas, no sítio Russo do Coco. No sábado, Sheila da Silva Bezerra dos Santos e Rubenilton Pinho dos Santos foram batizados pelo pastor Osiel Fonseca na piscina natural, usada nos outros dias para lazer durante os dias de intenso calor no Rio de Janeiro.

Durante os cultos algumas pessoas contaram seu testemunho, entre eles Anderson de Mattos que é membro do grupo Adventista de Santa Rosa, no distrito de Jardim Paulista. Em sua profissão como bombeiro, ele fez alguns concursos para passar a outra função, e depois de algumas tentativas, conseguiu. Contou que uma vez conseguiu fazer a troca com um colega para ter os sábados livres e por curiosidade seu nome era “Jesus”. Para Anderson, não foi coincidência.

Durante o curso, Anderson descobriu que as provas seriam aplicadas todas aos sábados. Ele tentou conversar com seu superior, mas de nada adiantou. Até que na última semana, quando o batalhão estava reunido para ser dispensado, o Coronel trouxe a notícia de que a data das provas havia sido alterada. “Eu não pude conter o meu brado e soltei um “Aleluia” bem alto. Meu superior me olhou, como querendo me fuzilar, mas não pôde fazer mais nada. A ordem viera de superiores dele e ele teria que obedecer. Fiquei muito feliz pois eu honrei a Deus e Ele me honrou”. Anderson hoje é 2º sargento no corpo de Bombeiros e atua como diretor em seu grupo.

Retiro no CATRE Satulina

A Igreja Adventista de Campo Grande organizou seu retiro no CATRE Satulina, o Centro Adventista de Treinamento da Associação Rio Sul. Ali eles tiveram a presença do trio Solanza e o pastor Euzélio Vaz, com sua família. Durante todo o feriado, eles tiveram atividades espirituais, esportivas e duas festas temáticas: árabe e tropical.

Luis Henrique (vermelho) com os amigos fazendo a distribuição de livros durante o retiro em Penedo.

Luis Henrique (vermelho) com os amigos fazendo a distribuição de livros durante o retiro em Penedo.

Luiz Henrique estava afastado da Igreja e a convite de uma amiga resolveu ir ao retiro. Durante o acampamento ele se sentiu mal e foi ao posto médico em Penedo; lá ele entregou ao médico o livro missionário que havia ganhado no retiro. Quando os jovens viram sua atitude, voltaram ao posto com mais livros e fizeram evangelismo em pleno carnaval para acompanhar e incentivar o amigo. “Eu não tive como evitar. Doar aquele livro me fez querer voltar e estar novamente em contato com meus amigos e com Deus. Eu vou voltar para a Igreja, aqui é o meu lugar”, comentou Luiz.

Além do Luiz Henrique, vários outros jovens aceitaram ao apelo do pastor a cada noite. Alguns membros da Igreja Adventista de Penedo também assistiam aos cultos e traziam amigos. “Estar na direção jovem é tarefa árdua. Tivemos problemas e quase cancelamos o acampamento. Foram algumas noites sem dormir. Mas quando vi decisões tomadas, lágrimas derramadas, fé renovada não tenho como deixar de entender que Deus tem um plano para nossas vidas. E como aprendemos com o pastor Euzelio que ‘tudo seja do jeito de Deus’”, comenta André Santos, um dos organizadores do retiro.

Pastor Sandro Cruz é líder jovem na Associação Rio Sul e durante o feriado visitou alguns retiros de várias igrejas. Para ele os retiros são a melhor maneira de manter os jovens em comunhão com Deus. “Durante o período do carnaval nossos jovens se organizam e participam de retiros espirituais e assim fortalecem a amizade, conhecem pessoas de outras igrejas; e principalmente, a se aproximam de Cristo através da oração, estudo da Bíblia, os cultos pela manhã e noite, brincadeiras sadias e prática de esportes. Eles podem sentir mais a presença de Deus num momento em que o mundo vai em outra direção, totalmente secularizada”, ressaltou Cruz. [Equipe ASN, Fabiana Lopes, fotos dispositivos móveis e Jackeline Betero]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox