Notícias Adventistas

Acampamento reúne cerca de três mil juvenis em atividades rústicas e espirituais

Durante quatro dias, os juvenis que foram do Paraná a São Paulo participaram do III Camporí da ACP.

27 de outubro de 2014
1796889_672794226151553_4420669197891439634_o

III Camporí da ACP reuniu mais três mil desbravadores no CATRE em SP (Fotos: Ascom/ACP)

Eldorado, SP… [ASN] Animação foi o que não faltou durante os quatro dias do III Camporí de Desbravadores da Associação Central Paranaense (ACP). Com o tema: “Loucos por Jesus, Acima de Tudo Temor ao Senhor” o evento reuniu aproximadamente três mil adolescentes, divididos em 84 agremiações, que vieram da região central do Paraná até o Centro Adventista de Treinamento e Recreação (CATRE) da cidade de Eldorado, em São Paulo.

Conhecidos por fazerem parte do Clube de Desbravadores, os juvenis com idades de 10 a 15 anos, passaram entre os dias 16 a 19 de outubro, acampados em barracas e longe de das diversões tecnológicas da cidade grande. Durante os quatro dias, a disciplina foi exemplar e as atividades e torneios fizeram o momento social, mas os momentos de programação espiritual deram um toque especial.

“Em pleno século XIX seguir orientações bíblicas e ser puro é algo praticamente louco, e essa é a proposta desse camporí, mostrarmos aos nossos adolescentes que vale a pena sermos considerados loucos para a sociedade, mas nos mantermos fieis a Deus. Esse é um momento de recreação e celebração entre os meninos que lutaram o ano inteiro para completar os requisitos e estarem aqui”, comenta o organizador do evento, pr. Joni Oliveira.

10649085_672797716151204_4632107776503501687_o

Visita a Caverna do Diabo foi um dos destaques do maior de desbravadores do Sul do Brasil.

Momentos marcantes

O início oficial da programação só começaria às 20h da quinta-feira, mas de madrugada já tinha clube chegando para montar suas barracas e os famosos portais. Foi um dia um tanto cansativo, de reconhecimento do local, mas que rendeu muita animação e os sorrisos quando os primeiros fogos de artificio anunciavam a abertura oficial do evento, que segundo a administração local, foi considerado o maior do gênero em todo sul do Brasil.

“Quando minha conselheira falava de camporí eu ficava animada só de ouvir, mas não achava que era essa estrutura toda, muito grande. Eu nunca tinha visto tanta gente junta, tantos desbravadores assim. Apesar do banho estar difícil, porque tem muita gente, nem ligo, quero mesmo é participar das atividades”, diz animada a estudante Jéssica Caetano.

Já na sexta-feira, o dia foi intenso já que os clubes precisavam cumprir com uma série com um carrossel de atividades que teve direito a caiaque, arvorismo, corrida, torneio de música, ordem unida, fanfarras, atividades rústicas entre outras. E o que também não podia faltar era um divertido passeio ao Parque Estadual da Caverna do Diabo, onde os meninos e meninas puderam contemplar um pouco das formações calcárias de estalactites e estalagmites.

1559340_674608302636812_9183573455441584878_o

Concursos, atividades e torneios envolveram os adolescentes durante quatro dias.

“Eu nunca entrado em uma caverna antes e pensei que seria algo assustador, o nome já traz medo (Caverna do Diabo), mas quando entrei e vi como é linda e impressionante. Nossa, cada detalhe parece que foi desenhado com o dedo, ah tenho certeza que isso é obra de Deus. Hoje foi uma aula prática de geografia”, ressalta a estudante Marcela Silva.

Mas foi entre os dias que o sábado trouxe a programação mais especial, com o batismo de alguns juvenis e também com o concurso do Bom de Bíblia. Já a noite foi a vez de todos os participantes do campori participarem de uma caminhada rústica, com direitos a muitos obstáculos e lama.

“Era engaçado ver o pessoal tudo caindo na lama, foi muito divertido. Eu não sabia que esse contato com a galera pode ser mais interessante que ficar o tempo na internet”, assegura o juvenil, Carlos Alburquerque.

A programação que teve como orador oficial o pastor Paulo Rabelo, que veio da cidade de Maceió, e também da banda musical da congregação de Vista Alegre, em Curitiba, se encerrou no domingo à tarde, após a premiação dos clubes que alcançaram as melhores pontuações nas provas. [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Confira mais fotos do III Camporí de Desbravadores da ACP

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox