Notícias Adventistas

Eventos

Acampamento de pastores incentiva a união e o trabalho com novas gerações

Pastori ocorre uma vez ao ano em locais retirados para oportunizar atividades ao ar livre.


  • Compartilhar:

Divididos em unidades, pastores desenvolveram atividades práticas de escotismo.

A Sede Campestre de Santo Antônio da Patrulha - local onde foi realizado o 1º Campori de Desbravadores do Brasil em 1975 -  tornou-se nos dias 03 e 04 de outubro, a sede do Pastori, programa que reuniu 61 pastores da região central do Rio Grande do Sul.

A proposta foi “fortalecer o trabalho em equipe e levar os pastores a compreenderem melhor a importância de investirem no trabalho com as novas gerações, como desbravadores e aventureiros”, conta o líder de desbravadores no centro do RS, pastor Fray Calderón.

Para atingir estes objetivos, o grupo foi dividido em unidades, conforme existe nos clubes, e receberam instruções práticas sobre escotismo, nós e amarras, primeiros socorros e orientação de bússola. Os grupos ainda participaram de uma trilha na mata onde puderam colocar tudo em prática.

Segundo o presidente da igreja adventista para o centro do Rio Grande do Sul, pastor Marcos Júnior, “o objetivo é em 2019 todas as igrejas organizadas da ACSR tenham clubes, por isso as atividades direcionadas a desbravadores”, conta.

A ênfase espiritual do programa foi a urgência da pregação do evangelho para o retorno de Jesus. Meditações bíblicas, um fogo do conselho e um carrossel de conversação, foram momentos de reflexão e reconsagrarão que aproximaram o grupo uns dos outros, e de Deus.

“Sinto uma grande união do grupo, como acontece nos clubes ou uma grande família, onde todos participam e tem o mesmo foco. Temos a urgência na pregação do evangelho e desejo de investir nos mais jovens, o futuro de nossa igreja”, conclui o líder Ministerial, Rogério Gurniak.

Galeria de imagens: