Notícias Adventistas

Eventos

ADRA e Escola Adventista se unem à entidades públicas de Natal na luta contra o Aedes Aegypti

Natal, RN...[ASN] Na luta contra o Aedes Aegypti,  A ADRA -  Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais, regional nordeste, através de seus voluntários de Natal, Rio Grande do Norte e os Alunos da Escola Adventista do Natal (EAN)...


  • Compartilhar:

Natal, RN...[ASN] Na luta contra o Aedes Aegypti,  A ADRA -  Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais, regional nordeste, através de seus voluntários de Natal, Rio Grande do Norte e os Alunos da Escola Adventista do Natal (EAN)  se uniram à guerra contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zica Vírus, numa ação de limpeza e conscientização. O evento aconteceu na última quinta-feira (18), em Ponta Negra, bairro da Zona Sul da capital potiguar. Ao todo, mais de 150 pessoas estiveram presentes.

Depois de algumas orientações e um aquecimento físico, os pequenos e grandes voluntários, e mais alguns agentes endêmicos, munidos de cartazes, folhetos explicativos e sacos de lixo, saíram às ruas de Ponta Negra para orientar a população, quanto à gravidade do problema. O Grupo, além de transmitir informações às pessoas, recolhia tampinhas, garrafas, copos descartáveis, entre outros materiais, possíveis de armazenar água da chuva e ser um criadouro de ovos do mosquito. A força-tarefa que reuniu alunos de escolas públicas e privadas, agentes do Centro de Zoonoses de Natal e voluntários da ADRA, percorreu durante a manhã da última quinta, diversas ruas do bairro.

Antes de ir a campo, os alunos do EAN tiveram uma preparação especial. Eles participaram de um projeto que teve como objetivo, deixá-los a par da atual situação da endemia que se alastra no Brasil, suas possíveis causas e meios de prevenção.

Segundo o diretor escolar, Cristiano Pontes, essa atitude de conscientização já vem sendo praticada com os alunos em outras ocasiões, mas desta vez, existe uma urgência.  “Nós falamos da gravidade do problema aos nossos alunos, em forma de peças teatrais, música, palestras, dizendo para eles quão importante é, fazermos a nossa parte junto à sociedade, ajudando e colaborando com a natureza”. Afirmou.

Leia mais sobre as ações da rede educacional adventista na luta contra o mosquito.

Já a ADRA, que tem com uma das frentes de ação colaborar em emergências em todo o mundo, aqui no Estado do Rio Grande do Norte e mais nos vizinhos – Paraíba e Pernambuco, tem sido convidada constantemente a fazer parte de mobilizações como essa e assim contribuir com medidas preventivas, entre outras, junto a sociedade. Recentemente, diante da difícil realidade em todo o Nordeste, quanto à dengue e demais doenças, a ADRA foi convidada a fazer parte do gabinete de crises, de Natal, para participar nas iniciativas da cidade em combate ao mosquito transmissor, atuando nas comunidades.

Durante a mobilização os alunos entregam folhetos explicativos nas casas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais do bairro

Durante a mobilização os alunos entregam folhetos explicativos às pessoas nas ruas, nas casas, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais do bairro

A escolha de Ponta Negra onde fica a belíssima praia de mesmo nome e o moro do Careca, um dos cartões postais da cidade, não foi à toa, mas sim, pelo bairro ter um elevado índice de focos do mosquito em todo o município. Dado este constatado após análise feito pela secretaria municipal de saúde, durante três semanas consecutivas. Esse procedimento que averígua o número de casos humanos notificados, a quantidade de fêmeas do mosquito e ovos encontrados nas armadilhas, constatou que o bairro está num nível de epidemia.

Erinaldo Costa, diretor da ADRA Brasil - Regional Nordeste, explicou que as ações desenvolvidas por cada grupo, somada ao esforço de cada um, traz grandes resultados, pois Natal está precisando dessa união entre entidades públicas e privadas, para combater este mal. “A grande mobilização aqui é para que diminua esse índice. Nós percebemos uma comunidade muito carente de informação, muito lixo, uma situação complicada pra gente. Ponta Negra por ser cartão postal aqui, não pode jamais passar por isso. Então, a ADRA, Escola Adventista, escolas públicas e agentes da prefeitura, queremos somar forças, todos juntos, contra esse mosquito transmissor”.

Com faixas e cartazes, os voluntários da ADRA e alunos da Escola Adventista percorreram diversas ruas orientando a população

Com faixas e cartazes, os voluntários da ADRA e alunos da Escola Adventista percorreram diversas ruas orientando a população

Vaneska Gadelha, quando indagada quão importante é a participação de instituições, escolas  e voluntários, como os da ADRA, disse que as pessoas precisam fazer a parte delas. Não importa cor, raça, posição na sociedade. O que importa é quebrar as barreiras para que o alvo seja atingido. “Nesse momento de necessidade e urgência, toda ajuda é bem vinda. Temos que quebrar as barreiras de qualquer tipo de preconceito e fazer a nossa parte, pois todos somos cidadãos e filhos de Deus. Então, tenho que cuidar do meu irmão”. Declarou a chefe do setor de epidemiologia, responsável pela iniciativa no distrito Sul de Natal.

Nesta quarta (24), no Departamento de Vigilância Sanitária da Saúde, a partir das 14 horas, a convite do órgão, a ADRA estará participando de uma reunião para tratar das ações de combate ao mosquito. Além da ONG, estarão presentes diversas equipes de saúde de Natal e representantes das forças armadas. [Equipe ASN, Andréa Figueiró- Colaboração Fernanda Ferreira].

Visite nossa galeria de fotos: