Notícias Adventistas

Eventos

AC realiza concílio inédito no sul do Brasil do Ministério da Recepção

É a primeira vez que um concílio do Ministério da Recepção é realizado e já na primeira edição reuniu todos os líderes distritais do campo


  • Compartilhar:

O que seria das igrejas sem um primeiro sorriso, um aperto de mão caloroso ou uma instrução para a classe correta para um visitante? O Ministério da Recepção da Igreja Adventista do Sétimo Dia tem esse papel fundamental da integração das congregações. Afim de capacitar melhor esse departamento é que foi realizado o Concílio de Coordenadores Distritais do Ministério da Recepção da Igreja Adventista no centro sul de Santa Catarina (Associação Catarinense – AC).

O evento foi realizado neste fim de semana, 25 e 26 de junho, no CATRE e reuniu cerca de 50 líderes distritais de recepção do campo. Esse foi um evento inédito em toda a União Sul Brasileira (Igreja Adventista – Sul do Brasil) e que orientou os participantes em quatro etapas: Amar, Atender, Acolher e Acompanhar. “No amar, por exemplo, devemos que ter real noção de onde recebemos o amor e como podemos transferir para o próximo”, explica a professora Simei Porfírio, líder do Ministério da Recepção – AC.

Além das palestras e orientações gerais, a programação também incentivou a criação de novos conteúdos. “Você pode criar uma recepção interativa, personalizada. Por isso, trouxemos um produtor de conteúdo para incentivar os líderes a criarem itens personalizados, como artes exclusivas. O trabalho desse ministério é amplo, está muito além da porta da igreja. No comércio as lojas querem fidelizar os clientes, mas nós queremos fidelizar almas para Jesus. É o primeiro contato de Deus para muitas pessoas”, acrescenta Simei.

Uma parte técnica também foi realizada, focando na capacitação para resultados espirituais. Audrey Durão orientou os participantes em três focos: Como ser um bom líder, o desenvolvimento de um treinamento nos distritos e a união de outros ministérios para auxiliar a recepção. “Cada tópico desses nós estamos trabalhando com dinâmicas. Para uma equipe eficaz, por exemplo, pedimos para eles demostrarem através de um lego o que seria uma equipe deste tipo. É um conteúdo lúdico, mas que tem resultados comprovados na prática”, ressaltou a palestrante.

Salete assumiu a liderança desse ministério há 3 anos. Apesar da pandemia, ela não deixou de exercer seu ministério. “Esses dois anos de pandemia eu ia para a igreja. Sempre tinha culto, apesar de pouca gente, e eu sempre estava lá. Saio deste evento com a certeza que preciso agora motivar as líderes das igrejas locais do meu distrito para um ministério acolhedor”, comenta Salete Duarte, líder do Ministério da Recepção do distrito da Universitária (Florianópolis).

A professora Denise Lopes, líder do Ministério da Recepção – USB, capacitou também os participantes e ressaltou o exemplo de Cristo como líder maior. “É possível ser um líder, como sonhamos. Para chegar a esse patamar, é preciso buscar o exemplo de Jesus. Ele recebia o batismo diário do Espírito Santo. Ele liderava com humildade. E Ele servia com eficiência. Se seguirmos esses passos, teremos uma liderança boa aos olhos de Deus”, finaliza Denise.