Notícias Adventistas

Professores de Escola Sabatina são incentivados a visitar crianças e adolescentes

Líderes criaram grupos dedicados à visitação dos membros e amigos da Igreja Adventista.

Por Leonardo Saimon 26 de fevereiro de 2019

Projeto de 10 Dias De Oração foca em visitação na região Central de MG (Foto: Arquivo pessoal)

Desde o dia 14 de fevereiro, a Igreja Adventista tem incentivado os fiéis a dedicar tempo de qualidade para a oração. A proposta é melhorar o hábito de estudo da Bíblia por 40 dias com os programas 10 Dias de OraçãoPrimeiro Deus, que inclui alguns dias de reflexão nos temas do livro da jornada de oração.

Para tornar a experiência mais enriquecedora, cada participante é incentivado a orar por cinco pessoas especiais durante o movimento de intercessão.

Leia também:

Na região Central de Minas Gerais, o projeto foi além. A liderança foi incentivada a criar grupos dedicados à visitação dos membros e amigos da Igreja Adventista. E foi neste contexto que os professores de Escola Sabatina das crianças e dos adolescentes foram mobilizados para que este público recebesse atenção especial.

“O Ministério da Criança e do Adolescente fez um desafio para seus coordenadores e professoras das nossas 365 igrejas e grupos. Nessas visitas, os professores estudavam o tema do dia proposto na apostila, cantavam, faziam dinâmicas, oravam e entregavam uma pequena lembrança dessa visita tão especial”, explica Marina Faria, diretora do departamento da Criança e do Adolescentes da Igreja Adventista para a localidade.

Na região do Triângulo Mineiro, igrejas se engajam na visitação de crianças e adolescentes (Foto: Arquivo pessoal)

Resposta ao projeto

O feedback das igrejas, segundo Marina, foi positivo. Um número significativo de professores conseguiu visitar 100% dos alunos da Escola Sabatina. Em algumas regiões, as visitas continuam ao longo dos 30 dias da jornada espiritual.

No templo adventista de São Sebastião, Elenita Cavalcante comemora o trabalho desenvolvido. “Foi muito bom. Muitas mães me agradeceram por estar visitando seus filhos e, de certa forma, por estar preocupada em levá-los a Jesus. Foi muito gratificante estar envolvida nesse trabalho”, comenta.

Na região do Triângulo Mineiro, o templo adventista de Élisson Prieto, por exemplo, também abraçou o projeto. “Sou muito agradecida ao Senhor por me colocar nesse ministério. Amo trabalhar com as crianças e adolescentes e quero continuar visitando eles”, declara Megue Gomes.

Professores de Escola Sabatina visitam alunos e realizam dinâmicas, estudo da Bíblia e oração. (Foto: Arquivo pessoal)

Relacionamento

A professora Marina Faria pontua que o projeto provocará mudanças profundas no relacionamento da Igreja, tanto com Deus quanto com as demais pessoas.

“Nós acreditamos que o relacionamento faz parte do verdadeiro cristianismo. Devemos demonstrar verdadeiro interesse por nossas crianças e adolescentes, bem como por suas famílias, através de ações simples como essa, de visitar e orar. Creio que teremos uma verdadeira reforma espiritual em nossa comunidade cristã quando entendermos a importância que tem uma simples visita”, sublinha Marina.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox