Notícias Adventistas

Evangelismo

Por influência de integrante, grupo de skatistas se reúne semanalmente para estudar a Bíblia

Como resultado dos estudos, duas pessoas decidiram ser batizadas no Distrito Federal


  • Compartilhar:
Como fruto desse trabalho, dois jovens já decidiram selar um compromisso com Deus por meio do batismo. (Foto: Divulgação)

Índia Gisele dos Reis dedicou um ano de sua vida à missão bíblica. Ao voltar para a pequena cidade de Pedregal, Novo Gama, em Goiás, sentiu no coração o desejo de implementar um projeto missionário numa pista de skate que havia perto de sua casa. “O pastor me deu essa ideia. Eu já frequentava a pista com o lenço do Clube de Desbravadores e meus colegas sabiam que eu era cristã”, destaca a jovem.

Após o pontapé inicial do projeto, o grupo, que antes se juntava apenas para praticar esporte, começou a estudar a Bíblia. Eles criaram uma classe bíblica e se reúnem às terças, quartas e quintas-feiras. Gisele conversa com os jovens, ora com eles e leva conforto por meio de palavras de esperança. "É um meio que envolve muitas coisas erradas. Em alguns grupos como esse existem bebidas, drogas e atividades ruins. Então trabalhamos também a prevenção e a importância de cuidar da saúde. Muitas pessoas têm problemas em casa e também trabalhamos essas questões”, explica.

Como fruto desse trabalho, dois jovens já decidiram selar um compromisso com Deus por meio do batismo.

No Planalto Central, além do grupo de skatistas, a Igreja Adventista do Sétimo Dia conta com cerca de 800 pontos de estudo da Bíblia.      

LEIA TAMBÉM
Igreja inaugura rampa de skate

Classes Bíblicas

O líder responsável pelas classes bíblicas adventistas para todo o Planalto Central, pastor Paulo Prazeres, salienta que a ação faz parte de uma frente missionária da Igreja Adventista do Sétimo Dia, desenvolvida em todo o mundo. “São reuniões que acontecem em cada congregação, normalmente, antes dos cultos de domingos. As classes são destinadas ao estudo mais profundo e direcionado sobre algum tema bíblico”, explica Prazeres.

Já no Paranoá, região administrativa do DF, no início do ano, quando aconteceu o projeto dos 10 Dias de Oração, 10 Horas de Jejum, os adventistas iniciaram um período de oração por futuros alunos da classe bíblica. O líder da igreja, pastor José Soares, frisa que os estudos iniciaram logo após a Semana Santa, com pessoas que participaram de eventos organizados pelas igrejas. “As pessoas que frequentaram as atividades da Semana Santa foram convidadas para estudar a Bíblia conosco. Temos classes que acontecem na igreja e até mesmo nos lares. Muitas pessoas decidiram viver uma nova vida ao lado de Cristo através do projeto”, afirma o pastor.