Notícias Adventistas

Paulistana promove curso de Plantadores Urbanos

Boa parte do campo da Associação Paulistana, sede da Igreja Adventista para a região central de São Paulo, está localizado em um grande centro urbano, o maior do Brasil. E é por isso que o Ministério de Missão Global desenvolveu o projeto Plantadores Urbanos, que promove a troca de experiência entre pastores, e permite que o evangelho alcance de diferentes formas, as pessoas que vivem em grandes centros.

Por Lóren Vidal 1 de outubro de 2018

São Paulo, SP [ASN] Boa parte do campo da Associação Paulistana, sede da Igreja Adventista para a região central de São Paulo, está localizado em um grande centro urbano, o maior do Brasil. E é por isso que o Ministério de Missão Global desenvolveu o projeto Plantadores Urbanos, que promove a troca de experiência entre pastores, e permite que o evangelho alcance de diferentes formas, as pessoas que vivem em grandes centros.

Segundo o pastor Valter Araujo, líder do ministério na Paulistana, esse é um projeto desenvolvido em parceria com a Conferência Geral da Igreja, para promover treinamento focado em missão urbana, para auxiliar pastores e membros de igrejas nos desafios que eles possuem para expandir o Reino no contexto urbano. E isso acontece analisando e discutindo experiências que já funcionam, trazidas por colegas de ministério.

O mês de Setembro marcou o fim da segunda turma de plantadores, e já foi possível descobrir alguns resultados. Como a “Igreja sem Paredes”, projeto desenvolvido pelo pastor Caio, participante da primeira turma, em parceria com a igreja de Cohab II. No ano anterior, ao participar do treinamento, ele mudou a visão que tinha do que realmente é um igreja. Segundo ele, o foco principal passou da igreja física, ou o prédio onde tudo acontece, para a valorização das pessoas. Assim foi possível antes de tudo, conhecer a comunidade e conquistá-la através do amor, antes de pensar em ter um local fixo para que isso aconteça. Na Igreja sem Paredes, os membros estão cada dia em uma casa, mas atuando principalmente na rua, atendendo a quem precisa.

Outro caso foi trazido pelo pastor Samuel Júnior, aluno da turma deste ano. Durante o curso ele entedeu a necessidade de uma igreja no bairro onde ele morava. Um local rodeado por condomínios fechados, onde seria impossível abrir uma igreja convencional. Foi então quando ele decidiu abrir a sua casa para uma Home Church.

A coordenadora de projetos Edilene Araujo,  destaca a importância dos relacionamentos, acima de tudo, quando o assunto é evangelismo. “O relacionamento é a base de tudo,  não existe como realizar um projeto como esse, o de plantar uma nova igreja, sem relacionamento, porque a igreja é formada por pessoas”, comenta Dilene.

O pastor Romualdo Larroca, presidente da Paulistana também esteve presente na última reunião da turma, e se mostrou feliz e agradecido aos pastores que participam, buscando conhecimento e formulando novas estratégias para alcançar o maior número de pessoas para Cristo.  [ASN – Lóren Vidal]

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox