Notícias Adventistas

Calebes auxiliam desabrigados e revitalizam espaços públicos no RS

Em São Gabriel, eles distribuíram mais de 100 kits de higiene e mais de duas toneladas de alimentos para as pessoas afetadas por enchentes.

Por Eduardo Teixeira 28 de janeiro de 2019

Representantes da Prefeitura de São Gabriel receberam os jovens adventistas

Em 2019, o projeto Missão Calebe na região sul do território gaúcho ultrapassou os dois mil participantes, um aumento de mais de 300 inscritos se comparado com o mesmo período do ano passado.

Ao longo de duas semanas eles desenvolverão semanas de oração, visitas a asilos, serenatas, pesquisas bíblicas, estudos bíblicos, limpeza e restauração de locais públicos, feiras de saúde, atendimento a desabrigados, distribuição de alimentos e kits de higiene, cursos de artesanatos e oficinas recreativas.

Leia também:

Em Bagé e São Gabriel, no interior do Rio Grande do Sul, as ações em favor da comunidade receberam destaque no Jornal Minuano e no perfil oficial da Prefeitura.

Na cidade de São Gabriel, de acordo com o pastor Alex Florenço, foram distribuídos mais de 100 kits de higiene e doadas mais de duas toneladas de alimentos para os desabrigados por conta da recente enchente na região.

Além das doações, os jovens que estão no município reformaram a Casa de Acolhimento dos Adolescentes e essa parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social foi destaque no perfil oficial da Prefeitura. Confira aqui.

Toda a dedicação, segundo Liélen Barbosa, da igreja adventista central da cidade, traz muita felicidade aos envolvidos. “A Missão Calebe é importante para alcançar pessoas e testemunhar do amor de Cristo”, complementa Barbosa.

Diferença na comunidade

Voluntários na escola municipal em Bagé

Já em Bagé, eles realizaram um mutirão para revitalizar a Escola Municipal João Thiago do Patrocínio, além de oferecer oficinas gratuitas para a comunidade. Para ler a matéria no jornal local, clique aqui.

Os jovens que se envolveram nos trabalhos missionários na localidade também relataram que o desafio é gratificante. Lorena Romero, de 20 anos, que tem ajudado na organização da equipe e também conta histórias para as crianças, assegura que “os dias são incríveis, pois sentimos que somos instrumentos nas mãos de Deus”.

Jeniffer Chagas, de 17 anos, é outra voluntária em Bagé. Ela colabora com aulas de violão e pintura e diz que “participar do evangelismo de muitas maneiras proporciona um crescimento espiritual e dá condições de levar um pouco do que sabemos para as outras pessoas”.

Para o pastor Vinícius Cardoso, líder jovem da ASR, o período da Missão Calebe é oportuno para os jovens viverem intensamente o reino de Deus. “Durante os afazeres missionários, cada participante tem a chance de usar toda a sua energia para transformar a vida de pessoas e comunidades; sendo as mãos do Senhor”, afirma Cardoso.

Veja a galeria com mais imagens:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox