Notícias Adventistas

Missionário cruza o país para se dedicar ao voluntariado

Pelo segundo ano consecutivo, Juan dedica seu tempo exclusivamente ao projeto Um Ano em Missão

Por Anne Seixas 7 de fevereiro de 2019
missionário

Juan dedicará 2019 à missão em Porto Alegre (Foto: Ana Claudia Rodrigues)

De Paço do Lumiar, região metropolitana da capital maranhense, até Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Juan Correa decidiu viajar e dedicar dois anos de sua vida para ser um missionário. São 3.736 quilômetros até a cidade que foi escolhida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul para receber voluntários de oito países. Cada uma das 16 sedes administrativas enviou um representante para participar do projeto de voluntariado Um Ano em Missão.

“A ideia é criar uma equipe representativa para ter essa interação entre hispanos e brasileiros e, principalmente, em suas diferentes áreas profissionais”, conta o pastor Carlos Campitelli, líder de jovens para oito países da América do Sul. Em geral, os participantes são jovens estudantes ou que já estão no mercado de trabalho e podem ter diferentes formações.

Em 2018, Juan não precisou ir muito longe. Mudou-se para Barreirinhas, vizinha a sua cidade natal, e ali deu aulas de informática e espanhol para alunos de uma escola rede pública de ensino. “A experiência foi muito fortificante espiritualmente”, conta o jovem que pretende estudar Teologia no futuro. Além disso, também ensinou a bíblia para pessoas que entrou em contato e promoveu, junto com outros missionários, ações públicas em datas comemorativas como o Dia das Mães, por exemplo.

missionário

Jovens das 16 sedes administrativas da Igreja Adventista na América do Sul se reuniram para receber treinamento (Foto: Ana Claudia Rodrigues)

O projeto Um Ano em Missão, OYiM (sigla em inglês), incentiva a participação de jovens adventistas na missão de evangelizar centros urbanos, conforme explica o site oficial. A primeira edição aconteceu em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e desde então se espalhou pelo mundo. Na América do Sul, a iniciativa ganhou força e centenas de jovens já deixaram suas atividades por um ano para se dedicarem exclusivamente ao trabalho missionário.

Segundo o pastor Carlos Campitelli, a capital gaúcha foi escolhida “por ser uma ser uma cidade secularizada”, tendo um baixo percentual de adventistas em relação à população total do município. O trabalho será direcionado aos centros de influência que oferecem atendimentos à população carente.

Leia também:

Quase 200 voluntários se preparam para Um Ano em Missão

Para ser parte desse grupo, portanto, o desempenho de Juan foi imprescindível. “Pela postura, pela maneira como liderou e pelo seu nível de comprometimento (na sua primeira missão, em Barreirinhas), pelo seu foco na missão e devoção pessoal, nos levou a indicá-lo como representante da União Norte Brasileira”, explica o pastor Tadeu Monteiro, líder de jovens para o Pará, Amapá e Maranhão.

Esse será o segundo ano em que Juan dedica seu tempo integralmente à missão. “Minha expectativa é alcançar mais pessoas la em Porto Alegre, na capital menos evangelizada do Brasil, apresentando Jesus a essas pessoas e suprindo suas necessidades”, reflete o jovem.

missionário

Juan é um dos representantes brasileiros em Porto Alegre (Foto: Ana Claudia Rodrigues)

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox