Notícias Adventistas

Missão Amazônia

Por Lóren Vidal 5 de setembro de 2019

A missão deixada por Deus foi para ir ao mundo, e levar a Sua mensagem a todas as pessoas. Desde então, essa ordem é seguida por pessoas em diferentes partes do mundo. No início do ano um desafio foi lançado durante um congresso jovem realizado no mês de março. O líder do ministério na Associação Paulistana, sede da Igreja Adventista para a região central de São Paulo, apresentou o projeto “Missão Amazônia”. Imediatamente voluntários se colocaram à disposição, iniciando ali uma jornada para arrecadação de doações que seriam levadas a comunidade ribeirinha escolhida, e fundas para financiar a viagem de mais de 3 mil quilômetros.

Após muito trabalho, eles partiram no dia 02 de agosto com destino a Manaus. Após uma viagem tranquila e confortável de avião, o primeiro desafio estava em conhecer e se adaptar ao barco, que pelos próximos oito dias levaria o grupo pelo rio e também serviria como casa.

Com a chegada perto do início do sábado a primeira parada foi em Araras e em seguida Jaraqui. Ali o grupo visitou a pequena Igreja Adventista e entrou em contato com as pessoas da comunidade. Mas o foco principal ainda era São Sebastião, um município de Manaus, localizado há cinco horas de barco da capital.

No domingo logo pela manhã o grupo chegou a comunidade e ali começaram a desenvolver atividades diferentes, envolvendo a todos.Com uma comunidade pequena, com cerca de 200 habitantes, as visitações aconteceram em todas as casas. Recebidos sempre com muita hospitalidade, o primeiro contato estreitava as relações e informava os moradores sobre serviços disponíveis a eles durante os próximos dias. Aquele também era a primeira oportunidade de orar com eles.

No meio da comunidade uma casa foi doada para abrigar uma igreja e também voluntários que passarem por ali no futuro. Mas era preciso muito mais. Por isso, um grupo se dedicou a reformar a casa, que ganho novas instalações elétricas, limpeza e pintura.Alguns dias após a chegada, uma feira de saúde trouxe orientação aos moradores que sofrem com a falta de atendimento médico, além de problemas sociais como o uso de drogas e a violência doméstica.

Junto ao grupo, duas dentistas também faziam parte da missão. Em um local improvisado, dois consultórios odontológicos foram montados. Por ali, mais de 80 pessoas foram atendidas em pouco mais de dois dias.

Clique e conheça o relato da Karilla:

 

Dia a dia o contato com a comunidade foi se estreitando, e aos poucos se transformando em amizade. Uma gincana reuniu crianças e adultos em um dia especial, onde o objetivo era apenas diversão. A paixão do local também não ficou de fora, e o campeonato de futebol entrou na lista de atividades.

Noite após noite uma série evangelística foi apresentada. Oportunidade para que os moradores aprendessem mais e também para que os voluntários atuassem no local.

A experiência marcou a vida das pessoas da comunidade, e transformou a visão de missão de cada voluntário de forma especial. Dias depois eles retornaram as suas atividades em São Paulo analisando o real significado de fazer algo pelo próximo.

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox