Notícias Adventistas

Evangelismo

Mais de 279 mil livros são distribuídos no Impacto Esperança, no sul de MG e zona da mata

Além da entrega de livros, evento foi marcado por feiras de saúde, tendas de oração, distribuição de águas gratuitas e outros alimentos


  • Compartilhar:

Em Três Corações (MG), jovens distribuíram livros durante o Projeto Bálsamo (Imagem: Divulgação)

No último sábado (30/10) ocorreu o movimento anual da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul, denominado “Impacto Esperança”. Em todo o sul de Minas Gerais e na zona da mata, as igrejas locais aderiram ao projeto e foram às ruas para participar da distribuição dos livros.

Feiras de Saúde chamaram a atenção da população de Matias Barbosa (MG) no último sábado (Imagem: Divulgação)

Em Matias Barbosa, os membros foram além das distribuições e realizaram também uma feira de saúde. “Foi montada um mini feira de saúde, para aferição de pressão e glicemia. Todos que passavam na praça central ganhavam o livro. Foi uma benção”, explica Lilian Gomes, diretora do Ministério da Saúde em Matias Barbosa.

Já em Coqueiral, cidade com menos de 10 mil habitantes e com pouca presença adventista, os membros da igreja de Santana da Vargem se reuniram e distribuíram, cerca de, 2 mil literaturas. De acordo com André, um dos organizadores desta ação missionária, é um grande passo para o começo, em uma cidade que já possui algumas pessoas estudando a bíblia juntamente com o pastor distrital de Três Pontas.

 

Projeto Bálsamo

Durante o feriado de 02 de novembro, em que é comemorado o Dia dos Finados, a IASD também esteve em postos de apoio às pessoas que visitavam os cemitérios, realizando uma ação denominada “Projeto Bálsamo”.

Em Varginha (MG), Educação Adventista esteve em apoio às igrejas locais nos cemitérios (Imagem: Caio Borges)

As ações ocorreram em Varginha, Três Corações, Cataguases, Matias Barbosa, Jacutinga, Lavras, entre outras cidades. Somente na cidade de Varginha, mais de 6.160 literaturas foram distribuídas, juntamente com 720 copos lacrados com água e 60 garrafas de água de 500 ml em apoio aos visitantes no cemitério. Silvana Bráulio, trabalhadora doméstica, recebeu a literatura e compartilhou seu sentimento de gratidão, além de expressar a importância que enxergou neste trabalho: “Eu acho que a igreja devia fazer mais vezes. Esse mundo de hoje, está tudo tão corrido, que as pessoas estão apressadas, com tantas outras coisas e, muitas vezes, deixam de parar um pouco para refletir”.

Em Cataguases foram distribuídos 300 livros no Cemitério Municipal, além de água gratuita e granola para as pessoas que por ali passavam. Ana Carolina, líder jovem na região pôde sentir um pouco do que cada família passou ao perder um ente querido e, por isso, estendeu sua empatia. “Esses últimos anos de pandemia não foram nada fáceis. Eu perdi meu avô no início desse ano e 39 dias depois perdi minha avó. Foram momentos difíceis e desesperadores para minha família. Então sei um pouco do que aquelas pessoas que estavam ali no cemitério no dia de hoje sentiram quando perderam entes queridos. Foi um prazer poder presentear aquelas pessoas com um livro que fala exatamente sobre isso que estamos vivendo e, principalmente, como ter esperança em meio a essa crise”, relata a jovem.

 

Impacto Esperança

Em Jacutinga (MG), copos lacrados com água eram distribuídos em apoio aos visitantes do Cemitério local (Imagem: Divulgação)

Todos os anos, a IASD na América do Sul realiza o Impacto Esperança, a fim de distribuir livros que tragam esperança em meio ao caos em que a sociedade vive. O Projeto Bálsamo também ocorre derivado do Impacto Esperança, mas de forma específica: com os visitantes dos cemitérios, no Dia dos Finados.

Em 2021, somente no Sul de Minas Gerais e na Zona da Mata, foram distribuídas quase 280 mil literaturas. Em toda a região sudeste brasileira, este número ultrapassou a marca de 2 milhões. O livro distribuído foi “Esperança Além da Crise”, escrito por Mark Finley.