Notícias Adventistas

Jovens que participaram da Missão Calebe fundam Clube de Desbravadores em Pelotas

O atendimento para a comunidade marcou os envolvidos no projeto missionário

14 de fevereiro de 2018

Por Eduardo Teixeira com colaboração de Clarice Lula

Camila, ao centro, participou da Missão Calebe e pediu para ser batizada

O projeto da Missão Calebe em Pelotas foi desafiador neste ano. Assim como em oito países da América do Sul, ofereceu aos jovens atividades voluntárias durante duas semanas nas férias. Mas a decisão da localidade a ser atendida mexeu com a igreja.

Denominado de Balneário dos Prazeres, mas conhecido como “Barro Duro”, o bairro é conhecido por ser uma região difícil para trabalhos evangelísticos, e mesmo assim, serviu de base para os Calebes. A programação teve início no dia 21 de janeiro na Escola Municipal Luiz Augusto de Assumpção, com a primeira semana dedicada a realização de pesquisas e contatos para estudos bíblicos.

Os participantes passaram por treinamento para duplas missionárias no período da manhã, e à tarde fizeram as pesquisas e ministraram os estudos bíblicos. Durante as noites participaram de palestras sobre autoestima, escolhas e relacionamentos, ministradas pelo pastor local Lícius Lula.

Na segunda semana, os envolvidos realizaram uma Escola Cristã de Férias, intitulada O Maravilhoso Mundo do Criador. Atenderam cerca de 80 crianças, coordenadas pelas professoras Clarice Lula, Vera Monks e Célia Amaral. Enquanto os pequenos faziam suas atividades, os adultos assistiam a série evangelística Noites de Esperança, realizada pelo pastor Lícius.

Treinamento para os Calebes em Pelotas

Os resultados de tanto envolvimento do grupo foi a formação de um Clube de Desbravadores no “Barro Duro”. As reuniões semanais já começaram, e os juvenis entre 10 e 15 anos têm aproveitado para desenvolver talentos e habilidades e também se envolver em projetos sociais e espirituais.

Muitos moradores da comunidade expressaram a gratidão pelo voluntariado realizado. Assim como o Mateus, funcionário da Escola Luiz Augusto de Assumpção: “sou muito grato pela semana de aprendizado, meditação da Palavra de Deus e por poder conhecer mais sobre a Igreja Adventista. Admiro o trabalho que fizeram no bairro com ações sociais e levando a Palavra do Senhor”, comenta.

Outra interação que chamou a atenção durante a Missão Calebe foi a rotina da adolescente Camila Villanova, de 15 anos. Ela era simpatizante da Igreja Adventista e participou ativamente dos treinamentos, das pesquisas e dos estudos bíblicos. Formou dupla com Lícius Marcílio Lula, também de 15 anos, e chegaram animados na casa de Simone, uma senhora com depressão, que agradeceu a visita dizendo que eles vieram na hora certa, pois a vida não tinha mais sentido e tinha vontade de morrer. “Estes adolescentes me devolveram a alegria de viver e ainda me trouxeram o conhecimento da Palavra de Deus”, desabafa Simone.

O interessante é que ao ser ministrado o estudo bíblico sobre o batismo, a adolescente Camila fez o apelo para que Simone aceitasse a Jesus e se batizasse. A resposta veio com outra pergunta: “Você já é batizada”? Camila respondeu que ainda não era batizada e foi aí que ambas, tomaram a decisão pelo batismo. E, após uns dias, no encerramento da ação voluntária em Pelotas, a jovem Camila confirmou publicamente a sua decisão ao ser batizada.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox