Notícias Adventistas

Jovens apostam em reuniões virtuais para Missão Calebe de julho

Os jovens do Boqueirão, em Curitiba, foram divididos em equipes e incentivados a atuar tanto no on-line como no off-line.

Por Letícia Alves 21 de julho de 2021

As reuniões com todo o grupo acontecem através de plataformas digitais de videoconferências e mídias sociais

O projeto Missão Calebe já faz parte do calendário de milhares de jovens no Brasil e na América do Sul. Em Curitiba, o distrito do Boqueirão optou por fazer as reuniões dessa edição no formato online, mesmo que os decretos atuais já permitam encontros presenciais com algumas limitações. Com isso, esses jovens mesclam o presencial com o virtual para fazer o bem, se aproximar de Cristo e levá-Lo a outras pessoas.

Já faz um tempo que a comunicação interpessoal se atualizou e as redes sociais ganharam forte espaço na sociedade. Com a pandemia, essa realidade se intensificou, modificando o jeito de estudar, trabalhar e se reunir. “A gente vem de um novo formato, inclusive nossa vida fora da igreja é agora de forma online”, comenta Suzana Tasso, calebe do Boqueirão.

As reuniões acontecem semanalmente, mas os jovens foram divididos em equipes, onde encontram desafios e tarefas para cumprir. “A gente viu que não ia adiantar muito a gente fazer no presencial, por não ter adesão deles. Separamos eles em quatro grupos, cada grupo com seu líder. Cada equipe tem seu objetivo do qual no final do Calebe haverá uma equipe vencedora,” descreve Matheus Kammer, distrital de jovens do distrito.

Mesmo com as reuniões virtuais é possível ver o engajamento real desses jovens. “Com pequenos grupos, encontros virtuais, mensagens trocadas entre eles [calebes] durante a semana, enxergamos que há uma unidade, uma reativação do senso da igreja, porque podemos utilizar o virtual, mas sempre levando para um envolvimento pessoal”, explica Alisson Loureno, pastor jovem do Boqueirão.

Estudos bíblicos

Um dos focos dado na Missão Calebe é o estudo bíblico e os voluntários têm sido desafiados a enfrentarem a timidez e compartilhar a Bíblia com amigos. “Eu lembro que a primeira vez que eu fui dar estudo bíblico me falaram vai e vai sem medo, e é isso: Deus usa a gente e a gente só aprende fazendo,” conta Suzana Tasso, participante do projeto.

Juliana Abrão recebeu estudo bíblico de dois amigos e no fim deste mês de julho irá se batizar. Mesmo nova na fé, ela entende como levar Jesus a outras pessoas tem relevância para si e para o próximo. “Quando você leva Jesus, independente se é de forma online ou presencial, é Jesus que está com você e o Espírito Santo te leva a fazer coisas que antes você nem imaginava,” afirma Juliana.

Suzana e outros calebes separam a tarde de sábado para dar estudos bíblicos de forma presencial

Outros jovens que estão estudando a Bíblia já estão participando da Missão Calebe, atuando no projeto e confraternizando com novos amigos. “Uma coisa é a gente ir na igreja sozinho, até porque já existem os grupinhos formados, outra coisa é você ir e conhecer as pessoas, ser bem recebido. É como se fosse uma família mesmo,” comenta Beatriz Rankel, que está estudando a Bíblia.

Além de fazer amigos, esses jovens também sentem na prática a missão. “É importante ser igreja, mas também sair da igreja para ajudar o próximo, isso é missão”, afirma Larissa Rankel, que está estudando a Bíblia e participando do projeto Missão Calebe.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox