Notícias Adventistas

Igreja que Navega leva mais de 200 pessoas ao batismo

Apenas em 2018, embarcação missionária alcançou comunidades ribeirinhas e plantou cinco novos templos adventistas

Por Priscila Baracho, com colaboração de Alex Simões 21 de dezembro de 2018

Comunidade de Itapuru às margens do rio Purus (Foto: Alex Simões)

O agricultor Raimundo Andrade tem 66 anos e mora na comunidade de Itapuru, que fica a 231 quilômetros de Manaus. O acesso ao local é feito apenas por via fluvial, e foi ali que a Igreja que Navega encerrou as atividades deste ano.

Andrade sempre trabalhou muito para garantir o sustento de sua família. Dentro do seu coração, ele sentia que faltava algo, um vazio, e vivia angustiado. Quando o barco chegou em sua localidade, ele e sua esposa, Eumarina, foram convidados para participar das reuniões e começaram a assistir as séries evangelísticas dentro da embarcação.

Leia também:

Ao estudar a Bíblia, o agricultor entendeu que aquele era o caminho que tanto buscava. E ele não guardou os conhecimentos que estava aprendendo apenas para si. Chamou seus filhos para frequentar as reuniões e toda a família passou a participar dos cultos.

Na tarde do dia 20 de dezembro, líderes da Igreja Adventista para a região noroeste do Estado estiveram na comunidade para inaugurar mais um templo adventista que resultou do trabalho da Igreja que Navega.

O agricultor Raimundo Andrade e sua esposa, Eumarina, com a família (Foto: Alex Simões)

Durante a cerimônia, Andrade, Eumarina e seus familiares, cerca de 20 pessoas, entregaram suas vidas a Jesus por meio do batismo. “Hoje nossa vida mudou. Vivo mais leve, tenho paz e sou feliz porque minha família também aceitou a Cristo”, destaca o agricultor. A festa batismal teve a presença dos jovens do projeto 1 Ano em Missão. Durante todo o ano, eles apoiaram o projeto e ajudaram a atender as comunidades por onde a Igreja que Navega passou. Ao todo, foram 24 jovens envolvidos durante 2018.

Contribuição

Inauguração de um dos templos adventistas na região (Foto: Alex Simões)

A Igreja que Navega passou por 10 comunidades ribeirinhas e plantou cinco igrejas no território da região norte e centro-oeste do Amazonas. O trabalho resultou em mais de 200 batismos. Para o pastor Reno Guerra e sua esposa, Natália, casal missionário que comanda a embarcação, o sentimento é de muita gratidão por tudo o que Deus tem feito por meio do projeto, mesmo com os desafios que envolvem a pregação neste território. “Deus abençoou muito o trabalho e é gratificante ver as pessoas tomando a decisão ao lado de Jesus”, enfatiza o pastor.

Ele ainda destaca que foram feitos mais de 2 mil atendimentos médicos durante o ano, cuidando da saúde física dos ribeirinhos através de feiras de saúde com o apoio da ADRA Brasil – regional Amazonas e de profissionais voluntários. “Nosso sentimento é de gratidão pelo cuidado e as misericórdias de Deus”, ressalta.

Conheça a Igreja que Navega:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox