Notícias Adventistas

Igreja Adventista em Brasília e entorno participa de jornada de oração e jejum

Projeto é realizado em 8 países da América do Sul durante 10 dias

Por Rafael Brondani, com informações Mauren Fernandes 11 de fevereiro de 2020


Com o objetivo de estimular pessoas a dedicarem mais tempo à oração, as igrejas adventistas do território da região do Planalto Central estão empenhadas no projeto dos 10 dias de Oração, que começou no último dia 6 e termina no dia 15 deste mês. Neste ano, o movimento de oração se unirá ao projeto Reencontro, que busca resgatar membros que abandonaram a igreja. No último sábado, 08, as igrejas se uniram em oração e jejum em prol dessas pessoas, que ao longo da semana serão convidadas para uma programação especial que será realizada no dia 15.

Os adventistas do Planalto Central estão animados com o projeto. Nas igrejas, os membros têm usado diversas formas para alcançar os afastados, entre elas, o Call Center. Os membros ligam para os que estão afastados e informam que estão orando por eles. Após, convidam-os para a programação especial do dia 15. Além dessas informações, os participantes também deixam uma mensagem de amor e esperança para quem recebe o convite. Outros métodos, como visitação nos lares e câmara de oração estão sendo aplicados pelos membros para alcançar os convidados.

O Ministério da Criança e do Adolescente das igrejas adventistas do Planalto Central também aceitaram o desafio e estão participando do projeto dos 10 dias de oração. Diversas atividades estão sendo realizadas, entre elas, interceder por membros afastados da igreja e aumentar a comunhão diária pessoal.

O projeto dos 10 Dias de Oração acontece todos os anos e é organizado pela sede da Igreja Adventista do Sétimo Dia para oito países sul-americanos.

O reencontro

Abordar um amigo que já não frequenta mais as reuniões da igreja requer alguns cuidados, caso contrário, isso poderá levá-lo para ainda mais longe da comunidade religiosa. De acordo com o pastor Joni Roger Oliveira, que está à frente dos 10 Dias de Oração e Reencontro para toda a América do Sul, a forma como se dará essa aproximação faz toda a diferença. A seguir, ele sugere algumas ações, veja:

1. Esteja disposto a ouvir e não discutir. Muitas vezes, a pessoa só quer desabafar. Se parou de ir à igreja, ela teve seus motivos. Se necessário for, esse é o momento de pedir desculpas por algo que a feriu.

2. Lembre-se de que a pessoa é e sempre será uma amiga da Igreja. Por isso, ao se dirigir a ela, não use expressões que façam com que não se sinta mais parte da denominação.

3. Jamais condene a pessoa pela forma como ela vive hoje. Apenas o Espírito Santo tem o poder de convencê-la a respeito de seus atos. Portanto, aproveite esse momento para lembrá-la da graça e do perdão de Jesus, que são suficientes para resgatá-la.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox